ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 21º

Interior

De ambulância, pacientes iniciam viagem rumo a leitos de UTI em Rondônia

Oito pacientes que estavam na UPA em Dourados são levados de carro até Campo Grande

Por Helio de Freitas, de Dourados | 04/06/2021 10:42
Ambulâncias em frente à UPA de Dourados para remoção de pacientes (Foto: Adilson Domingos)
Ambulâncias em frente à UPA de Dourados para remoção de pacientes (Foto: Adilson Domingos)

Os oito pacientes de Dourados infectados pela covid-19 que serão transferidos para leitos de UTI em Porto Velho estão sendo levados de ambulância até Campo Grande, onde serão embarcados em avião da FAB (Força Aérea Brasileira) com destino à capital rondoniense.

Com idades entre 29 e 79 anos, os pacientes estavam na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Segundo a prefeitura, eles foram escolhidos seguindo critérios médicos e parâmetros estabelecidos pela regulação, pois precisam ter condições de suportar sem riscos a viagem aérea.

Segundo os médicos, esses douradenses têm melhor prognóstico de recuperação da doença, entretanto, precisam de um leito semi-intensivo. A remoção estava prevista para começar às 6h, mas só começou quase cinco horas depois devido à demora no planejamento da viagem aérea e também na saída de Dourados.

Durante a instalação dos pacientes nos veículos, uma moradora com quadro menos grave foi retirada da UTI móvel e colocada em ambulância para que outro infectado em estado mais crítico fosse colocado no carro especial. Outra teve convulsão no momento em que era levada para a ambulância e só depois de ser estabilizada foi colocada no veículo.

Veja o vídeo:

Na viagem de 230 km de ambulância de Dourados até Campo Grande os pacientes são acompanhados por médicos e enfermeiros em UTI móvel, com recursos para manter o paciente estável. A transferência foi autorizada pelos familiares e pelos pacientes.

Até esta quinta-feira (3), Dourados tinha 46 pessoas com quadro grave provocado pela covid-19. Dez novos leitos de UTI começaram a ser ativados no HU (Hospital Universitário).

Até ontem, quatro já tinham sido incluídos na Central de Regulação e ocupados imediatamente. Os demais ainda passavam pela calibragem dos equipamentos.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário