A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

21/01/2019 15:05

Delegado considera prematuro dizer que suicídio provocou acidente com 3 mortes

O acidente aconteceu na tarde de ontem (20), na BR-262, próximo à entrada de Anastácio

Guilherme Henri
Cena de acidente isolada na BR-262 (Foto: Direto das Ruas)Cena de acidente isolada na BR-262 (Foto: Direto das Ruas)

O delegado de Anastácio – a 135 km da Capital – Jackson Frederico Vale considerou prematuro dizer que o acidente que deixou três mortos foi provocado por um suicídio de um dos motoristas. O acidente aconteceu na tarde de ontem (20), na BR-262, próximo à entrada de Anastácio, distante 135 quilômetros de Campo Grande.

Ao Campo Grande News, o delegado revelou que pediu uma perícia detalhada da cena do acidente e o laudo só ficará pronto em 30 dias.

Além disso, Jackson também vai ouvir o sobrevivente do acidente nos próximos dias. “A informação do suicídio foi obtida de maneira informal pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) logo após o acidente. Como está testemunha ainda está em choque vamos aguardar para podermos ouvi-lo de maneira formal. É muito cedo dizer que um suicídio provocou o acidente”, explica o delegado.

O ex-candidato a vereador de Campo Grande, Edmar Fernandes Caires, 38 anos, dirigia um Ford Ecosport e tinha como passageiro o cacique Romualdo Lopes Mamedes, 44 anos, e a esposa do também indígena, Janice Francisco Antônio, 34 anos.

Edmar dirigia no sentido Corumbá/Campo Grande, quando invadiu a contramão e atingiu de frente um Honda CR-V conduzido por Ivaldo. Um Gol que vinha logo atrás do Honda CR-V também se envolveu no acidente. Os dois veículos saíram da pista e um deles acabou atropelando a ciclista Irene Vareiro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions