ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Descontente com roubo em MS, quadrilha invadiu banco em Goiás

Polícia levantou que ação do "Nova Cangaço" contou com pelo menos 15 bandidos em seis carros

Por Guilherme Henri e Bruna Pasche | 29/11/2018 17:37
Usando touca ninja, integrante de quadrilha foi flagrado durante ação (Foto: reprodução/vídeo)
Usando touca ninja, integrante de quadrilha foi flagrado durante ação (Foto: reprodução/vídeo)

A quadrilha arma com fuzis que explodiram duas agências bancárias e saquearam duas lojas, nos moldes do “Novo Cangaço” saíram no “prejuízo” em Mato Grosso do Sul, avalia o delegado Fábio Peró, do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros).

Isso porque, conforme o delegado, na ação os bandidos ainda não identificado levaram cerca de meio milhão, o que é pouco se levado em consideração o “investimento” em armamento pesado, veículos e o próprio pessoal para o rateio.

“Uma ação deste porte valeria a pena se fosse levado pelo menos R$ 1 milhão. Por isso, trabalhamos com a hipótese de que ao sair no prejuízo aqui eles tiveram que desmembrar o grupo e praticar outros crimes. Um deles, por exemplo, seria o do banco da cidade vizinha”, detalha.

Além disso, segundo Fábio, a polícia levantou que o crime foi praticado por pelo menos 15 pessoas em seis carros.

Ação - O grupo estava dividido em pelo menos cinco carros, entre eles, um Gol preto e uma caminhonete S-10. Tiros foram disparados pelos bandidos em vários pontos das cidades, inclusive, próximo ao posto da Policia Militar e da Delegacia da Polícia Civil. “Eles fazem isso para intimidar”, disse Felipe Machado Potter, delegado lotado no município. Nas calçadas e nas ruas foram encontrados vários cartuchos deflagrados de pistola 9 milímetros, fuzil 556 e de 7,62×39mm.

Vídeo - As imagens mostram os bandidos saindo da área do cofre de uma das agências, e logo na sequência, ocorre uma explosão. Os criminosos retornam com marretas e carregando um pacote. O grupo ainda não foi identificado. As investigações ocorrem também em outros Estados. A polícia apura se ataque a uma agência do Banco do Brasil em Frutal (MG) - região do Triângulo Mineiro - na madrugada de ontem (8) tem relação com crimes em Chapadão do Sul. Assista, abaixo, ao vídeo.