A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

13/01/2017 09:48

Deslizamento de encosta após chuvas deixa duas famílias desabrigadas

Prefeitura realiza levantamento dos prejuízos causados por chuva que durou cerca de uma hora

Elci Holsback
Bairros da região sul foram os mais prejudicados pelos alagamentos (Foto: Divulgação/Bombeiros)Bairros da região sul foram os mais prejudicados pelos alagamentos (Foto: Divulgação/Bombeiros)

Duas famílias ficaram desabrigadas após a forte chuva que caiu em Corumbá - distante 419 km de Campo Grande, na tarde desta quinta-feira (12). Segundo o secretário de Infraestrutura do município, Ricardo Amettla, um deslizamento atingiu as casas, e por segurança, os moradores foram retirados.

"As duas famílias que precisaram ser removidas são moradoras do bairro Cervejaria e no momento elas estão no albergue da prefeitura. A Defesa Civil, junto à equipe de engenharia da secretaria está avaliando a situação das casas para verificar a estabilidade e possível retorno das pessoas às casas", explica Amettla.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, apesar dos estragos, não houve registro de pessoas feridas em decorrência da chuva.

Ainda de acordo com o secretário, a região sul da cidade foi a mais afetada. nos bairros Cristo Redentos, Guatós e Cravo Vermelho, moradores tiveram prejuízos materiais devido os alagamentos. Na região central da cidade houve dano à pavimentação e na Orla do Porto, deslizamento de encosta gerou estragos, além de espalhar grande quantidade de resíduos.

Prefeitura acredita que limpeza e reestruturação da cidade seja concluída em uma semana (Foto: Divulgação/Bombeiros)Prefeitura acredita que limpeza e reestruturação da cidade seja concluída em uma semana (Foto: Divulgação/Bombeiros)

Cerca de 60 pessoas trabalham na remoção do entulho e assistência às famílias e a previsão é de que o trabalho de reestruturação dure cerca de uma semana. "Se as condições climáticas ajudarem, em uma semana o trabalho deve ser finalizado. A prioridade agora é limpar a cidade, remover os resíduos e assistir as famílias atingidas", afirma o secretário.

Equipe da prefeitura realiza levantamento sobre o prejuízo causado pela chuva, o que inclui a quantidade de casas atingidas e o investimento necessário para a recuperação. " 

Chuva - Em apenas uma hora choveu 70 milímetros, metade do esperado para todo o mês. De acordo com o site Diário Corumbaense, a média de chuva para janeiro na cidade é de 145,8 milímetros. Os Bombeiros registraram 20 pontos de alagamentos na cidade, além da queda de duas árvores sobre duas residências.

De acordo com a previsão do tempo, deve ocorrer pancadas de chuvas e trovoadas nesta sexta-feira. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as temperaturas devem variar entre 24° e 35° na região pantaneira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions