A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/07/2016 08:25

Dez grupos do movimento sem terra se unem em bloqueio de rodovias

Renata Volpe Haddad
Manifestantes interditam BR-262 totalmente, em frente à reserva Canindé, saída para Terenos. (Foto: Fernando Antunes)Manifestantes interditam BR-262 totalmente, em frente à reserva Canindé, saída para Terenos. (Foto: Fernando Antunes)

Afirmando que a democracia está seriamente ameaçada e a perda dos direitos da classe trabalhadora começa a se tornar realidade, dez grupos sem terra se uniram nesta manhã (27) e bloquearam cinco trechos de rodovias federais de Mato Grosso do Sul.

Em nota expedida pelos movimentos, eles afirmam que o principal ponto reivindicado é a reforma agrária popular. Para eles, isso não é apenas uma redistribuição de terras, mas um processo amplo que passa pelo campo político, social, técnico e econômico.

Outro ponto em discussão é a reforma política e os manifestantes pedem que tenha uma reestruturação nas instituições para que eles se tornem democráticas, eficientes e modernas.

A manifestação ocorre também contra a reforma da previdência e os grupos alegam que se há uma necessidade de contenção de gastos e de reestruturação econômica, que seja cobrado mais impostos da população mais rica e não seja tirado o direito do que já foi conquistado pela classe trabalhadora. Os manisfestantes citam que com a qualidade da vida brasileira, é impossível se aposentar apenas aos 75 anos, já que muitos não desfrutarão do descanso merecido.

Os manifestantes são contra o presidente Michel Temer (PMDB), pois alegam que é impossível aceitar um governo ilegítimo.

Os grupos participantes são: MST, MCLRA (Movimento Camponês de Luta Pela Reforma Agrária), Grupo NOVO, Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) , CUT (Central Única dos Trabalhadores), MSTB (Movimento Sem Terra Brasileiro), CTB, Ligas Camponesas, OLT (Organização de Luta Pela Terra) e Lutas.

Rodovias - Conforme informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), os bloqueios acontecem no km 104 da BR-163 em Itaquiraí e em dois trechos da BR-262, um em Ribas do Rio Pardo e outro entre Indubrasil e Terenos, em frente à reserva Canindé.

Há interdição total na BR-463 em Dourados, onde deve ser liberado em breve e interditado novamente por volta das 8h e na BR-267 em Casa Verde. Segundo a PRF, todos os pontos de interdição têm em média 100 manifestantes.

Atendendo MST, novo superintendente do Incra deve ser concursado
Pela primeira vez, a superintendência do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), em Mato Grosso do Sul, poderá ser comandada por...
Bolsonaro prega fuzil contra MST e diz para Dilma casar com Fidel Castro
O deputado federal Jair Bolsonaro foi recebido por uma multidão no Aeroporto de Campo Grande e fez várias declarações polêmicas. Ele está em na cidad...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions