ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  11    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Diretora e funcionário de escola são sequestrados por trio armado durante roubo

Vítimas ficaram reféns por cerca de 3h30 e foram abandonadas em ribanceira às margens de rodovia

Por Ana Oshiro | 06/01/2022 06:33
Escola fica na Rua Quinze de Novembro, no Bairro Cristo Redentor, em Corumbá. (Foto: Reprodução)
Escola fica na Rua Quinze de Novembro, no Bairro Cristo Redentor, em Corumbá. (Foto: Reprodução)

Três homens armados invadiram a Escola Municipal José de Souza Damy, em Corumbá, a 419 km da Capital, e sequestraram a diretora-adjunta, de 57 anos, e o secretário da escola, de 33 anos, durante roubo de carro nesta quarta-feira (5).

As vítimas ficaram reféns por cerca de 3h30 e foram abandonadas em uma ribanceira, às margens de uma estrada. Elas conseguiram ajuda de um motorista de aplicativo que passava pelo local e ouviu os gritos dos dois pedindo ajuda.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 16h20, a diretora-adjunta e o secretário estavam cumprindo expediente normalmente, na escola que fica na Rua 15 de Novembro, no Bairro Cristo Redentor, quando três homens com aparência jovem invadiram o local com armas tipo pistola.

O trio cercou e dominou as vítimas, mandando elas deitarem no chão. Elas ainda foram vendadas pelos bandidos, que em seguida, perguntaram sobre a bolsa da diretora-adjunta e pegaram a chave do carro dela, um Chevrolet Chevette SL/Tracker de cor azul.

Um dos bandidos pegou o carro, que estava estacionado do lado de fora do local, e colocou o veículo no pátio da escola. A diretora foi colocada no banco de trás do carro, enquanto o secretário foi preso dentro do porta malas.

Conforme as vítimas, eles rodaram com o carro cerca de 10 minutos e entraram em uma casa grande, com piscina. Diretora e secretário foram trancados em um banheiro por três horas. Eles ainda ouviram os assaltantes negociando o veículo com um boliviano.

Depois que o carro foi vendido, o trio colocou as vítimas em outro veículo e andaram por cerca de 20 minutos, abandonando os dois em uma ribanceira, às margens de uma estrada.

Desnorteadas, as vítimas subiram a ribanceira e começaram a gritar pedindo ajuda aos carros que passavam. Ao ouvir os gritos, um motorista de aplicativo parou, socorreu e levou os dois para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Até o momento, nenhum dos três bandidos foi identificado ou preso.

Nos siga no Google Notícias