ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  23    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Dois são presos em investigação sobre assassinato em bar na madrugada

Polícia apreendeu drogas, dinheiro, munições e armas, entre as quais uma do mesmo calibre usado no crime

Por Helio de Freitas, de Dourados | 03/04/2024 17:17
Armas, munições, drogas e até colete à prova de bala apreendidos em Dourados (Foto: Leandro Holsbach)
Armas, munições, drogas e até colete à prova de bala apreendidos em Dourados (Foto: Leandro Holsbach)

Dois homens foram presos nesta quarta-feira (3) por policiais civis durante investigações sobre o assassinato de Mário Sérgio de Oliveira Matos, 35, ocorrido de madrugada em um bar na Rua Filomeno João Pires, no Parque das Nações I, região leste de Dourados (a 251 km de Campo Grande).

Gleidson Alves da Silva, 27, foi preso em Dourados e Rafael Gonçalves Florentino, 32, o “Sovaco”, foi preso em Fátima do Sul. O trabalho envolveu equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Dourados e de Fátima do Sul e do NRI (Núcleo Regional de Inteligência) da Polícia Civil.

Com Gleidson foi encontrado um revólver calibre 38, possivelmente a arma usada na execução de Mário Sérgio. Existe suspeita de que o crime tenha ligação com a guerra travada por facções criminosas – de um lado o PCC (Primeiro Comando da Capital) e do outro a chamada “oposição”.

De acordo com a polícia, Rafael Gonçalves Florentino seria o líder da “oposição” ao PCC fora da PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Ele também é suspeito de ser o mandante do assassinato de Carlos de Palma Fermin, 43, ocorrido no dia 16 de janeiro deste ano no Jardim João Paulo II, e da tentativa de homicídio contra Demétrio Siqueira Cavalcante Junior, 24, ferido com cinco tiros na noite de 16 de março deste ano, no Parque das Nações II.

Bar onde homem foi morto com tiro na cabeça, hoje de madrugada (Foto: Sidnei Bronka)
Bar onde homem foi morto com tiro na cabeça, hoje de madrugada (Foto: Sidnei Bronka)

Informados sobre a morte de Mário Sérgio na mesma região onde ocorreram os outros dois crimes, os policiais do SIG passaram a buscar informações sobre o assassinato no bar e mais uma vez as suspeitas indicavam “Sovaco” como mandante, pois a vítima seria simpatizante do PCC e o suspeito lidera, extramuros, o grupo rival à facção paulista.

Rafael Gonçalves Florentino foi localizado em Fátima do Sul por equipes do SIG daquela cidade em apoio aos policiais de Dourados. No bolso dele foi encontrada porção de cocaína.

Após a prisão de “Sovaco”, os policiais chegaram a Gleidson Alves da Silva que poderia ter participação no crime de hoje. Na residência dele foi localizado o revólver 38 com três munições intactas e três câmaras vazias, indicando que os cartuchos deflagrados tenham sido descartados.

Dinheiro apreendido na casa de líder de facção (Foto: Leandro Holsbach)
Dinheiro apreendido na casa de líder de facção (Foto: Leandro Holsbach)

Na residência de “Sovaco”, no Parque II, foram encontradas uma espingarda calibre 12 e uma pistola Glock calibre 9 mm com dois carregadores, sendo um com capacidade para 30 munições. Também foram apreendidas no local diversas munições calibres 9 mm, 38 e 357, um colete balístico e um “Kit Rony” (suporte para transformar pistola em arma longa).

Os policiais também apreenderam tabletes de cocaína e crack, além de balança de precisão e uma caixa de sapato com porções de cocaína prontas para venda. Ainda na casa foi apreendida grande quantidade de notas de R$ 2,00, R$ 5,00 e R$ 10,00.

A droga pesou 1,7 quilo de cocaína e 563 gramas de crack. Os dois foram autuados em flagrante por trafico de drogas, posse de arma de fogo e homicídio. Segundo o SIG, as investigações continuam.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas  redes sociais.

Nos siga no Google Notícias