A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/02/2016 15:48

Dourados é “ponto nevrálgico” do narcotráfico, diz delegado da PF

Segundo chefe do combate ao crime organizado em Mato Grosso do Sul, Dourados é escolhida pelos “barões do tráfico” por ser a maior e mais estruturada cidade da região e por chamar menos atenção

Helio de Freitas, de Dourados
Delegado Cleo Mazzotti, chefe da delegacia da PF que combate crime organizado em MS (Foto: Eliel Oliveira)Delegado Cleo Mazzotti, chefe da delegacia da PF que combate crime organizado em MS (Foto: Eliel Oliveira)

Dourados, a 233 km de Campo Grande e a 120 km da fronteira com o Paraguai, virou “paraíso” dos barões do tráfico que antes tinham como base as cidades de Ponta Porã, Aral Moreira, Amambai e Coronel Sapucaia.

Maior e mais estruturada cidade do interior de Mato Grosso do Sul a integrar a rota de maconha e cocaína, que agora também passa pelo Paraguai, Dourados é, segundo palavras do delegado Cleo Mazzotti, uma base estratégica para os “patrões”, os donos dos grandes carregamentos de drogas que deixam Mato Grosso do Sul levados por “mulas” – pessoas contratadas para carregar entorpecente e que geralmente são as únicas a pagarem pelo crime.

“Dourados é um ponto nevrálgico importantíssimo em Mato Grosso do Sul, tanto para passagem de drogas quanto para sediar organizações criminosas, porque é uma cidade grande, uma cidade estruturada, que tem muitas empresas e não é caracterizada no resto do país como uma cidade que chama atenção, como é o caso de Ponta Porã. Por exemplo: um caminhão saindo de Dourados não chama tanta atenção como um caminhão com placa de Ponta Porã”, afirmou Mazzotti.

Segundo o delegado, a mesma situação acontece com empresas douradenses, usadas como fachada para carregamentos de drogas e lavagem de dinheiro.

Durante a Operação Matterello, realizada nesta terça-feira (2), um empresário douradense foi preso acusado de participar da organização criminosa baseada em Ponta Porã e Aral Moreira e que tinha ramificações em outras cidades de Mato Grosso do Sul, em Mato Grosso, em São Paulo, Paraná e Recife (PE).

O nome dele, assim como das outras 30 pessoas que tiveram a prisão preventiva decretada – 20 presas e outras 11 ainda foragidas – não foi divulgado.

Área central de Dourados; cidade é apontada como “paraíso” dos grandes traficantes (Foto: Eliel Oliveira)Área central de Dourados; cidade é apontada como “paraíso” dos grandes traficantes (Foto: Eliel Oliveira)
PF prende vereador e outros cinco envolvidos com o tráfico na fronteira
A Polícia Federal cumpriu, até agora, 20 dos 31 mandados de prisão contra pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas em Mato Grosso do...
PF faz megaoperação contra facção que atua em 5 cidades de MS
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (02) operação com objetivo de combater o tráfico de drogas em 13 cidades, cinco em Mato Grosso...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions