A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

26/06/2014 06:46

Durante assalto, caminhoneiro é amarrado e se salva ao acionar “botão do pânico”

Aliny Mary Dias

Um caminhoneiro de 56 anos viveu momentos de pânico nesta quarta-feira (26) em Dourados, distante 225 quilômetros da Capital. Nelson da Silva caiu no golpe do falso frete, foi rendido por dois ladrões, amarrado e só se salvou porque conseguiu acionar o “botão do pânico”.

Conforme o registro da Polícia Civil, os homens entraram em contato com o motorista da carreta na noite da terça-feira (23). Eles queriam que Nelson fizesse o frete de um trator de Dourados até Assis, no interior de São Paulo. O motorista se negou a dirigir à noite e o encontro ficou combinado para a manhã de ontem.

A vítima e os dois supostos clientes se encontraram em um posto de combustíveis de Dourados e entraram na carreta para seguir até o local onde o trator seria embarcado. No meio do caminho, a dupla anunciou o assalto e Nelson foi rendido.

O caminhoneiro foi obrigado a dirigir no sentido da fronteira com o Paraguai, em Ponta Porã, mas em um trecho da rodovia os assaltantes mudaram de ideia e levaram a vítima para um canavial, às margens da rodovia.

Depois de 1 hora no mato com os homens, o caminhoneiro foi amarrado e colocado nos fundos da cabine da carreta, foi quando ele conseguiu acionar o “botão do pânico”, dispositivo que emite um sinal para uma empresa de monitoramento. A empresa situada em Dourados recebeu o sinal e acionou a Polícia Militar.

A dupla de bandidos mudou de ideia mais uma vez e pediu para o motorista seguir no sentido Campo Grande e acabou liberando a vítima. Em razão do acionamento do sistema, a carreta foi bloqueada e parou poucos metros depois. Os policiais encontraram o veículo próximo do Estádio Douradão.

Nelson teve R$ 540 e dois celulares roubados. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados e será apurado, até o momento ninguém foi preso e a vítima passa bem.

Homem de 74 anos é morto a tiro em frente de casa por causa de fofoca
Jucelino Antônio Pereira, 74 anos, foi morto com um tiro no ombro, no distrito do Alto Santana, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grand...
Por rixa antiga, adolescentes matam jovem de 18 anos a facadas
Uma briga acabou em morte na noite de ontem em uma lanchonete de Juti, município a 320 quilômetros de Campo Grande. Willian Santiago Perrengue, de 18...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions