A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

04/10/2019 11:07

Em 6 meses, governo promete obras para acabar com acidentes na 156

Garantia foi dada nesta manhã pelo vice-governador Murilo Zauith a moradores da região do Jardim Guaicurus, em Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Engenheiro da Agesul anota reivindicações de líderes comunitárias sobre MS-156, em Dourados (Foto: Adilson Domingos)Engenheiro da Agesul anota reivindicações de líderes comunitárias sobre MS-156, em Dourados (Foto: Adilson Domingos)

O governo do Estado prometeu fazer, em seis meses, obras emergenciais para diminuir os acidentes de trânsito na MS-156, em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A garantia foi dada nesta sexta-feira (4) pelo vice-governador Murilo Zauith (DEM) em reunião com representantes dos moradores de conjuntos habitacionais da região do Jardim Guaicurus.

Ontem, os moradores bloquearam durante todo o dia o trecho da rodovia entre a BR-163 e o Núcleo Industrial de Dourados, em frente aos conjuntos habitacionais Dioclécio Artuzi e Harrison de Figueiredo, construídos na época em que Murilo foi prefeito de Dourados (2011-2016).

Na manhã de hoje, Murilo recebeu representantes dos moradores no escritório da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) e atendeu ao pedido de obras emergenciais. Ontem, a agência havia anunciado que abriu licitação para contratar o projeto executivo de engenharia para depois licitar a obra, sem previsão para o início do trabalho.

As obras emergenciais, que serão feitas em 180 dias, incluem passarelas elevadas para pedestre, ciclovia nos dois lados da estrada, mureta dividindo as pistas para evitar retorno e conversão em qualquer parte da rodovia e iluminação do trecho da BR-163 até o Núcleo Industrial. Para médio prazo, segundo Lizandra, o vice-governador anunciou a construção de viaduto para reduzir o tráfego de veículos em frente aos bairros.

Segundo a líder comunitária, Murilo Zauith ainda informou que se a prefeitura não mandar a equipe da Guarda Municipal para o local nos horários de pico, vai solicitar que a PMR (Polícia Militar Rodoviária) faça a fiscalização no local. (Colaborou Adilson Domingos)

Veja abaixo a entrevista da líder comunitária após a reunião com Murilo Zauith:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions