A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

21/08/2015 11:40

Em Nova decisão, Justiça mantém prefeito afastado do cargo

Viviane Oliveira
O prefeito da cidade foi afastado por 180 dias. (Foto: divulgação/Prefeitura) O prefeito da cidade foi afastado por 180 dias. (Foto: divulgação/Prefeitura)

Em nova decisão, a Justiça de Mato Grosso do Sul mantém o prefeito de Bela Vista, Renato de Souza Rosa (PSB), afastado do cargo. Ele deixou a prefeitura na segunda-feira (17), após denúncias de improbidade administrativa. No lugar dele, assumiu o vice-prefeito do município, Douglas Rosa Gomes (PP).

Na quarta-feira (19), Renato entrou com pedido de suspensão das denuncias apresentadas contra ele e a suspensão do processo de cassação, que tramita na Câmara Municipal da cidade. Porém, ontem (20), o juiz Vinícius Pedrosa Santos negou mais uma vez o pedido.

Na opinião do magistrado, “parece que o prefeito tenta confundir o juízo ao misturar os dois procedimentos realizados pela Câmara de Vereadores. O primeiro, aberto em abril, da qual o ato de afastamento foi tido como ilegal e o segundo, pela situação ocorrida no começo deste mês”.

O primeiro procedimento aberto pela câmara foi para cassar o mandato do prefeito. Na ocasião, a justiça mandou suspender o afastamento de Renato. Agora, foi aberta uma Comissão Especial de investigação e depois foi pedido o afastamento do administrador por ato de improbidade administrativa, por recomendação do Ministério Público. Renato foi foi afastado do cargo por 180 dias. 

O prefeito é suspeito de superfaturar a festa de Carnaval da cidade e de usar locação de máquinas públicas para trabalho em propriedades de parentes e amigos. Além disso, a prefeitura não pagava os salários dos profissionais de enfermagem do Hospital Beneficente São Vicente de Paula, há três meses. A reportagem tentou contato com o prefeito afastado, mas a ligação não foi atendida.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions