ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Em uma semana, 55 morrem em hospitais de Dourados, mas fila por UTI continua

Boletim mostra 35 pacientes infectados pela covid esperando vaga em terapia intensiva

Helio de Freitas, de Dourados | 07/06/2021 16:04
Pacientes de Dourados sendo embarcados em avião para viagem a Porto Velho, no dia 4 (Foto: Divulgação)
Pacientes de Dourados sendo embarcados em avião para viagem a Porto Velho, no dia 4 (Foto: Divulgação)

De segunda-feira passada, dia 31 de maio, até hoje (7), 55 pessoas infectadas pela covid-19 morreram enquanto estavam internadas em hospitais ou aguardando vaga de UTI em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Mesmo assim, a fila por vaga na terapia intensiva continua grande.

Boletim sobre a taxa de ocupação dos leitos, divulgada na tarde desta segunda-feira, mostra 35 pessoas aguardando vaga em UTI. São 20 de Dourados e 15 de outras cidades que formam a macrorregião (33 municípios ao todo).

Há uma semana eram 59 na fila de espera. De lá para cá, além dos 55 mortos (36 douradenses e 19 de ouras cidades que estavam internados em Dourados), sete da fila de espera foram transferidos sexta-feira (4) para leitos de UTI em Porto Velho (RO).

Também nesse período, mais dez leitos de terapia intensiva foram ativados no HU (Hospital Universitário) de Dourados. Só que o impacto no número de pessoas na fila por UTI foi menor do que o número de vagas abertas devido ao aumento vertiginoso dos casos positivos.

Foram 1.417 novos casos em uma semana, média de 202 por dia. Conforme o boletim de hoje, 33.462 douradenses já foram infectados pelo coronavírus. São 30.378 considerados recuperados, 2.413 em isolamento domiciliar e 549 mortos.

Os números diários mostram que o lockdown iniciado no dia 30 de maio e que vai até sábado (12) ainda não causou impacto na disseminação do vírus. Especialistas afirmam que o resultado aparecem em média duas semanas após as das medidas de isolamento serem adotadas.

Nos siga no Google Notícias