ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Embriagado, homem ameaça atear fogo em casa, bate em guarda e é preso

O autor ainda ameaçou matar o gerente e um colega de trabalho que moram na fazenda com ele

Por Alana Portela | 08/03/2021 07:39
A confusão foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Bonito. (Foto: Arquivo/Bonito Notícias/CGNews)
A confusão foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Bonito. (Foto: Arquivo/Bonito Notícias/CGNews)

Um homem de 46 anos foi preso após ameaçar atear fogo na casa onde mora, fingir desmaio e ainda bater em um agente da Guarda Municipal para tentar escapar da prisão em flagrante. A confusão aconteceu ontem (7), numa fazenda localizada em Bonito, 257 quilômetros de Campo Grande.

Há três dias o autor já vinha bebendo e causando problemas no local, prejudicando até o andamento do serviço na fazenda, 70 quilômetros de Bonito. Ontem, o gerente resolveu conversar com o funcionário que estava bêbado, para tentar resolver a situação.

Durante a conversa, o funcionário não gostou de ser questionado sobre o motivo da bebedeira. Irritado com a situação, o autor ficou agressivo e ameaçou o chefe e mais um colega de trabalho de morte.

Transtornado, o autor ainda pegou uma garrafa com óleo diesel e saiu despejando o combustível no entorno da casa mora, dizendo que iria atear fogo em tudo.

Assustado com a atitude do funcionário, o gerente acionou a Polícia Militar que foi até a fazenda, junto com uma equipe da Guarda Municipal, e deu voz de prisão ao autor.

Já dentro da viatura e saindo da fazendo, o funcionário começou a gritar, dizendo que estava passando mal e precisava de água. Para enganar a polícia, ele até fingiu desmaio, momento no qual a viatura parou no meio do caminho e um guarda desceu para ver o que estava acontecendo.

Ao abrir a porta de trás da viatura, o autor saiu correndo, mas foi perseguido e alcançado pelo guarda. Na tentativa de escapar, o autor pegou um pedaço de madeira que viu na estrada e começou a bater no agente, que revidou com um disparo de tiro de borracha.

O disparo acertou o antebraço esquerdo do autor, que parou de agredir a vítima e foi algemado e contido pela equipe. Ele novamente foi colocada dentro da viatura onde ao perceber que não tinha mais escapatória, passou a xingar a equipe até chegar na Delegacia de Polícia Civil de Bonito.

O caso foi registrado como ameaça, resistência e desacatado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário