ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Empresas de traficante executado são incendiadas em Pedro Juan Caballero

Por Viviane Oliveira | 16/06/2016 08:20
Incêndio em uma das empresas de Jorge Rafaat, morto na noite de ontem (15) foi registrado na madrugada de hoje. (Foto: ABC Color)
na madrugada de hoje. (Foto: ABC Color)
Incêndio em uma das empresas de Jorge Rafaat, morto na noite de ontem (15) foi registrado na madrugada de hoje. (Foto: ABC Color) na madrugada de hoje. (Foto: ABC Color)

Duas empresas, que pertence ao narcotraficante Jorge Rafaat Toumani, 56 anos, executado na noite desta quinta-feira a tiros de arma de guerra no Centro de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã, foram incendiadas nas primeiras horas de hoje (16). Em uma delas, na loja Pneus Porã, o fogo destruiu parte das instalações do imóvel.

Conforme o site paraguaio ABC Color, os incêndios foram rapidamente controlados por bombeiros voluntários. Uma das empresas já havia sido atacada a tiros minutos após a execução de Jorge Rafaat.

Jorge, um dos traficantes mais poderoso do Paraguai, seguia em uma Hammer blindada, quando caiu em uma emboscada e foi morto a tiros de armamento calibre.50. A caminhonete dele estava cheia de antiarmas de aeronaves.

Seguranças que acompanhavam Jorge reagiram e houve um intenso tiroteio entre facções criminosas, que durou quatro horas. A violência na região tomou as ruas da cidade, que ficou a mercê do crime organizado. O ataque é atribuído ao preso Chimenes Jarvis Pavão em parceria com o PCC (Primeiro Comando da Capital). Oito homens suspeitos de participação na execução do narcotraficante foram presos, alguns deles feridos. (Com informações também do site Porã News)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário