A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

10/07/2013 15:41

Enfermeiros da Santa Casa de Corumbá convocam assembleia e ameaçam greve

Helton Verão

Enfermeiros da Santa Casa de Corumbá irão se reunir no próximo dia 17 em frente à entrada principal do hospital para uma assembleia geral que discutirá reinvindicações que serão exigidas. Caso não haver dialogo junto à administração, a classe ameaça entrar em greve.

Lazaro Santana, Presidente do Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), cita a classe como principal prejudicada por culpa da corrupção. “Basta de impunidades, todos os envolvidos estão soltos, e o prejuízo ficou para os trabalhadores que deixaram de receber seus reajustes determinados por decisões judiciais e descumpridas por todas as administrações que passaram pelo Hospital, incluindo a atual gestão”, enfatiza.

Entre os principais assuntos estão a falta de condições de trabalho, que há muitos anos vem sendo denunciada. Reajustes salariais de 2006 até o ano de 2010, que não foram concedidos aos funcionários e que só agora os trabalhadores conseguiram através de decisão judicial, mas até o momento a direção do hospital não se manifestou sobre o assunto.

Mesmo com o descumprimento de decisões judiciais que prevê um reajuste de 32% aos funcionários, a administração atual não atende as reivindicações dos trabalhadores, propondo para 2013 reajustes em percentuais menores que a inflação do período.

A classe pede também mais tempo para as gestões administrativas, pois as constantes mudanças atrapalham os diálogos e o fim das interferências políticas que ocorrem no hospital.

“Todas as medidas jurídicas de proteção e de preservação dos Direitos dos trabalhadores já foram adotadas pelo Departamento Jurídico do Siems. Para os trabalhadores é grande a insatisfação, portanto, não há mais o que se aguardar. Recentemente ocorreram prisões, buscas e apreensões pela Polícia Federal na Operação Decoada, onde foi desarticulado um grupo criminoso que cometiam fraudes em licitações, falsidades, desvio de recursos públicos, pagamento de propinas e que envolviam milhões de reais em recursos federais e do Sistema Único de Saúde e entre os envolvidos estavam gestores da Santa Casa”, divulgou em nota o sindicato.

Justiça absolve por legítima defesa PM que matou adolescente em 2013
O policial militar Carlos Alberto Rocha, 53 anos, foi absolvido da acusação de homicídio contra o adolescente Luiz Henrique da Silva Santos, 17 anos....
Preso com 125 kg, homem diz que recebia 'diária' para guardar maconha em casa
Marcos de Souza foi preso em flagrante na noite desta segunda-feira (18), por volta das 20h30, com 125 quilos de maconha. A droga estava em sua resid...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions