A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

13/06/2019 17:14

Executado a tiros era pai de adolescente que cometeu outro homicídio

Vilmar Fogaça da Silva foi assassinado a tiros de pistola 9mm; seu filho matou um homem de 30 anos em maio

Humberto Marques
Veículo onde Vilmar estava tinha buracos de balas após atentado. (Foto: Umberto Zum/Tá Na Mídia Naviraí)Veículo onde Vilmar estava tinha buracos de balas após atentado. (Foto: Umberto Zum/Tá Na Mídia Naviraí)

O homem assassinado a tiros nesta quinta-feira (13) em Itaquiraí –a 410 km de Campo Grande– é pai do adolescente acusado de matar, em 27 de maio deste ano, Alyson de Melo Prudente, 30, quando este lhe procurou para um “acerto de contas”.

Vilmar Fogaça da Silva, 43, estava em um Renault Fluence preto, com placas de Itaquiraí e que estava parado em frente a uma casa. Ele foi alvejado por vários tiros de pistola 9mm. Pelo menos 17 cápsulas foram encontradas ao redor do veículo.

Crime anterior – Conforme o Tá Na Mídia Naviraí, Alyson foi à casa do adolescente para o matar por vingança, já que o menor estaria envolvido em outro crime.

Lá, ele apontou a arma para o irmão do adolescente, que estava no sofá, mas não avistou seu alvo, que estava atrás da porta e atirou contra Alyson na barriga. O baleado ainda conseguiu fugir em um carro, onde um amigo o esperava, mas morreu a caminho do hospital –o corpo foi abandonado em uma estrada vicinal do assentamento Lua Branca e o carro foi incendiado em outro local.

Nesta quinta, com Vilmar, foram encontradas seis munições intactas (duas de calibre .357 e quatro de .38) e um celular. Uma irmã da vítima disse que ele levava um revólver .357, que teria sido usado por seu filho no homicídio contra Alyson. O autor deste crime não foi encontrado até a veiculação desta reportagem.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions