A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

04/09/2018 19:20

Executados na fronteira eram tio e sobrinho e foram alvos de 60 tiros

Uma das vítimas, mortas com disparos de fuzil era pai de um outro homem executado em agosto na mesma região.

Adriano Fernandes
Uma das vítimas já sem vida no interior do veículo. (Foto: Porã News) Uma das vítimas já sem vida no interior do veículo. (Foto: Porã News)

Foram identificados como Cipriano Ramon Jara Ramos, de 55 anos, e o seu sobrinho, Catalino Ramon Garcia Jara, de 24 anos, os dois homens executados, esta tarde (04) na zona rural de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

Tio e sobrinho seguiam viagem na estrada Ruta V em um veículo modelo Agile, vermelho, com destino a cidade paraguaia de Yby Yau, quando foram perseguidos pelos pistoleiros que estavam em um outro veiculo.

Segundo os agentes da Divisão de Homicídios as vítimas foram alvo de mais de 60 disparos de fuzil do calibre 7.62 nas proximidades do Parque Nacional Cerro Corá, a cerca de 55 quilômetros da fronteira e morreram na hora.

Ainda de acordo com agentes da polícia paraguaia o atentado pode ter relação com uma outra execução do último dia 18 de agosto, quando o suboficial da Polícia Nacional do Paraguai, Diego Garardo Maidana e o parceiro Mauricio Jara, filho de Cipriano, também foram fuzilados.

Ramon Jara já havia sido preso em 2015 com mais de duas toneladas de maconha na região da cidade de Yby Yau. Conforme o Porã News, agentes da Polícia Técnica paraguaia estiveram no local e após os procedimentos encaminharam os corpos ao IML (Instituto Médico Legal) de Pedro JuanCaballero a espera dos familiares.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions