ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Fornecedora de uniforme para times de MS está entre alvos do Gaeco

Policiais do Grupo de Repressão ao Crime Organizado fizeram buscas na Invictus Sports, em Dourados

Por Helio de Freitas, de Dourados | 21/05/2024 09:54
Agente do Gaeco entra em loja de uniformes esportivos, na Rua José de Alencar (Foto: Leandro Holsbach)
Agente do Gaeco entra em loja de uniformes esportivos, na Rua José de Alencar (Foto: Leandro Holsbach)

A empresa Invictus Sports, que tem sede em Dourados, a 251 km de Campo Grande, é um dos alvos da Operação Cartão Vermelho, deflagrada hoje (21) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) para apurar desvio de R$ 6 milhões na FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul).

Nesta manhã, equipes do Gaeco cumpriram mandado de busca e apreensão na unidade Invictus Camisetas, localizada na Rua José de Alencar com Oliveira Marques, no Jardim Paulista, região leste da cidade.

A Invictus Sports é nome fantasia da pessoa jurídica “Patrícia Gomes de Araújo Ltda.”, em atividade desde 2017. A empresa fabrica uniformes esportivos e empresariais. Também é a fornecedora das camisas de alguns times que disputam o Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol, entre eles o DAC (Dourados Atlético Clube), Águia Negra e Aquidauanense.

Entretanto, o dono de fato da empresa é Marco Antonio de Araújo. Ele acompanhou as buscas do Gaeco. O celular do empresário e documentos foram apreendidos.

Em nota encaminhada pela assessoria, a Invictus informou que é prestadora de serviços para a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, registrados através de fornecimento de nota fiscal e pagamento registrado em conta corrente da empresa.

O proprietário informou que acompanha o trabalho do Gaeco e está fornecendo todas as informações solicitadas. “Está à disposição e confia no trabalho desempenhado pela Justiça de Mato Grosso do Sul”, informou a assessoria.

Ainda em Dourados, conforme apurado pelo Campo Grande News, também é alvo da operação um restaurante localizado na Avenida Marcelino Pires, na Vila São Francisco.

De acordo com o Gaeco, nos últimos anos, uma organização criminosa se instalou na FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) para desviar dinheiro repassado através de convênio pelo Governo de Mato Grosso do Sul e pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

O principal alvo é o presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira, que comanda a entidade desde 1998. A casa dele em Campo Grande, pelo menos R$ 800 mil em espécie foram apreendidos. Segundo o Gaeco, sete mandados de prisão preventiva foram cumpridos, mas não há ainda informação se Cezário foi preso.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias