ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Bêbada, adolescente de 13 anos mata namorado da mãe com facada no pescoço

Garota confessou que também havia usado drogas antes de cometer o crime

Por Ana Oshiro | 11/05/2021 08:41
Roupas e sangue da vítima de 59 anos no local do crime (Foto: Divulgação/PCMS)
Roupas e sangue da vítima de 59 anos no local do crime (Foto: Divulgação/PCMS)

Adolescente, de 13 anos, foi apreendida em Rio Verde de Mato Grosso, a 207 km de Campo Grande, por matar Benedito Souza de Oliveira, de 59 anos, que mantinha um relacionamento com a mãe da garota.  A adolescente alegou que Benedito fazia ameaças contra sua mãe e confessou que estava sob efeito de álcool e drogas quando deu uma facada no pescoço da vítima.

Faca usada no crime foi apreendida (Foto: Divulgação/PCMS)
Faca usada no crime foi apreendida (Foto: Divulgação/PCMS)

Uma jovem de 19 anos também foi presa acusada de envolvimento no assassinato, dizendo "enfia a faca nele" para incentivar a adolescente a matar o homem. Um outro rapaz, de 17 anos, também foi autuado pelo crime de autoacusação falsa, o adolescente mentiu sobre ser o autor do crime para livrar a garota de 13 anos.

O assassinato aconteceu no último domingo (9), por volta das 22h, mas só foi divulgado pela Polícia Civil nesta terça-feira (11). Na data do crime, os policiais foram acionados pelo hospital municipal da cidade, que comunicou o óbito do homem e informou que ele havia sido resgatado na Vila do Catu, esquina com Rua Ipiranga.

Durante a investigação, os policiais encontraram roupas da vítima, uma bicicleta com manchas de sangue e duas facas, uma delas suja com o sangue do homem. As pessoas que esconderam a arma do crime também estão sendo investigadas. A jovem de 19 anos foi presa preventivamente, a polícia também solicitou medida de internação da adolescente.

Bicicleta da vítima estava com manchas de sangue (Foto: Divulgação/PCMS)
Bicicleta da vítima estava com manchas de sangue (Foto: Divulgação/PCMS)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário