A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

05/11/2018 16:38

Governo de MS entrega 120 casas e retira famílias de área do antigo lixão

Loteamento Waloszek Konrad faz parte de conjunto de 378 moradias entregues na cidade pela administração estadual

Humberto Marques
Reinaldo afirma que ex-moradores do Buracão, em Iguatemi, agora terão moradias de qualidade. (Foto: Edemir Rodrigues/Subcom)Reinaldo afirma que ex-moradores do "Buracão", em Iguatemi, agora terão moradias de qualidade. (Foto: Edemir Rodrigues/Subcom)

O governo do Estado entregou nesta segunda-feira (5) em Iguatemi –a 466 km de Campo Grande– 120 casas populares no loteamento Waloszek Konrad, para famílias que viviam na região conhecida como “Buracão”, onde funcionava o lixão da cidade. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou da solenidade de entrega das moradias, que contaram com parceria da CEF (Caixa Econômica Federal) para sua entrega.

Ao todo, serão 378 novas habitações entregues em Iguatemi. As casas destinadas aos moradores nesta segunda-feira não exigirão parcelas, segundo o governador. “Essas pessoas moravam no Buracão, que era o antigo lixão, e agora têm uma habitação de qualidade, sem pagar nem um tipo de prestação. Isso é qualidade de vida, isso é você atender aos mais necessitados. Essa é a razão de a gente governar, atender essas famílias extremamente necessitadas”, frisou Reinaldo, via assessoria.

Segundo o governador, ainda neste ano serão entregues 26 mil moradias no Estado. Ele destacou a participação do governo federal no empreendimento, diante do apoio para retomada de obras. Evandro Narciso Lima, superintendente da CEF, destacou que o empreendimento foi entregue graças à parceria que envolveu, também, a prefeitura, contando com “toda a infraestrutura necessária para morar com dignidade”.

A prefeita Patrícia Nelli Margatto (PSDB) lembrou, no ato, que o governo estadual viabilizou várias obras na cidade desde 2015. Entre elas está a pavimentação e drenagem do bairro Vila Rosa, serviços de saúde e construção de pontes de concreto. Na habitação, os investimentos envolvem R$ 2,6 milhões na construção de 230 casas.

Governo estadual atuou em obra e ajudou a destravar empreendimento. (Foto: Edemir Rodrigues/Subcom)Governo estadual atuou em obra e ajudou a destravar empreendimento. (Foto: Edemir Rodrigues/Subcom)

“Ações na saúde foram várias, mas uma que nos comoveu foi quando os 62 moradores saíram daqui para fazer cirurgia de catarata. Recebi todos no meu gabinete e ali os relatos foram muitos, me emocionaram”, detalhou.

“Foi uma benção, esperava há 10 anos pela casa. Viver em casa alugada, de um lado para o outro é um sofrimento”, disse Evanilda dos Santos Ratier, 53, uma das moradoras contempladas. Gênia Romeiro, 27, mãe de dois filhos, vivia há sete meses em um barraco no Buracão. “Agora, com a minha casa, vou poder trabalhar e cuidar dos meus filhos”.

O Waloszek Konrad foi iniciado em 2012 e paralisado por falta de recursos. Segundo a prefeitura, a interlocução do Estado com o governo federal permitiu a conclusão do empreendimento.

A presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Maria do Carmo Avesani Lopez, e o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, além de prefeitos e vereadores da região também participaram do evento.

Agehab entrega escritura de imóveis a 141 famílias do Bosque do Carvalho
A Agehab (Agência Estadual de Habitação Popular) entregou nesta quinta-feira (25) escrituras de imóveis a 141 famílias do loteamento Bosque do Carval...
Governo confirma mais 1.682 casas populares para MS, 469 delas em Campo Grande
Dias depois de confirmar a construção de mais 1.238 casas populares –sendo 1.138 em Campo Grande–, o governo de Mato Grosso do Sul obteve do Ministér...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions