A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/05/2016 16:51

Governo prepara licitação da Ceasa para atender produtores de 40 cidades

Central de Abastecimento de Alimentos será construída em área de 42 mil metros quadrados, na margem da BR-163

Helio de Freitas, de Dourados
Terreno para construção da Ceasa foi doado pelo município em março (Foto: Divulgação)Terreno para construção da Ceasa foi doado pelo município em março (Foto: Divulgação)

A construção da Ceasa (Central de Abastecimento de Alimentos) de Dourados está entre as obras que serão lançadas em junho pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul. Na visita que fez a Dourados na sexta-feira (20), ele anunciou que a licitação será aberta nos próximos dias.

Conforme a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), responsável pela implantação da Ceasa de Dourados, o objetivo é concluir a primeira etapa e iniciar as atividades até o fim de 2016.

Área de 42 mil m² - Voltada para atender produtores de hortifrutigranjeiros de pelo menos 40 municípios da região sul, fronteira e Grande Dourados, a Ceasa será construída em um terreno de 42 mil metros quadrados, localizado na margem da BR-163, saída para Campo Grande, e próximo à BR-376, que liga Dourados a Fátima do Sul, Glória de Dourados, Deodápolis, Vicentina e Jateí.

Avaliada em quase R$ 800 mil, a área foi doada pelo município de Dourados após aprovação da Câmara de Vereadores. A escritura foi entregue ao governo do Estado em março deste ano.

“Ficamos entusiasmados com a notícia de que o governo vai iniciar a licitação. A Ceasa e estratégica para agricultura familiar da Grande Dourados. Será mais oportunidade para os produtores comercializarem sua produção”, afirmou ao Campo Grande News o secretário de Agricultura Familiar e Economia Solidária de Dourados, Landmark Ferreira Rios.

Segundo ele, a Ceasa será administrada pelo Estado, produtores e município de Dourados. “A Agraer tem uma grande experiência na administração, pois faz a gestão compartilhada em Campo Grande. Com a central, quem vende e o próprio produtor, sem atravessador”, explicou o secretário.

“A Ceasa é uma parceria política do governo do Estado com a prefeitura de Dourados. O município doou a área e nós estamos fazendo os trabalhos para finalizar o projeto arquitetônico e captar os recursos necessários para essa implantação", informou o secretário estadual de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Lamas.

Segundo ele, além de recursos estaduais o governo de Mato Grosso do Sul busca apoio da bancada federal para conseguir verba da União para investir na obra.

Produtores de Douradina, Itaporã, Laguna Carapã, Fátima do Sul, Jateí, Caarapó e Ponta Porã, por exemplo, poderão comercializar seus produtos na Ceasa de Dourados. Atualmente eles tem como opção apenas a Ceasa da Capital, o que gera grande custo com transporte.

Duas pessoas morrem em colisão entre moto e carro na rodovia BR-262
Duas pessoas morreram no fim da tarde deste domingo (17) em uma colisão entre uma motocicleta e um carro, município de Terenos - localizado a 25 km d...
Filha é acusada de manter mãe doente trancada em casa e sem comida
Jovem de 21 é acusada de manter a mãe doente de 52 anos trancada em casa e sem comida. O caso veio à tona após denúncia anônima, por volta das 16h de...
Homem é socorrido em estado grave após ser esfaqueado no pescoço
Adione Felisbino Vicente, 31 anos, foi ferido a golpe de faca, na manhã deste domingo (17), na Avenida José Ferreira da Costa, no Centro, em Costa Ri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions