A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

11/04/2016 22:55

Incêndio destrói reduto do boliche e equipamentos de vários atletas

Nyelder Rodrigues e Helio de Freitas, de Dourados
Várias atuaram no combate ao fogo, que chamou a atenção de várias pessoas (Foto: Hélio de Freitas)Várias atuaram no combate ao fogo, que chamou a atenção de várias pessoas (Foto: Hélio de Freitas)

O incêndio que atingiu o Procopius Boliche, referência para vários praticantes da modalidade em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande -, destruiu parte do prédio onde o estabelecimento funciona e o equipamentos de vários atletas, entre eles o do quinto colocado no ranking brasileiro e primeiro no Mato Grosso do Sul.

As chamas começaram por volta das 21h no local, que fica na rua Weimar Gonçalves Torres, Centro de Dourados. Conforme o proprietário do estabelecimento, Jairo Martins, o fogo começou na parte dos fundos.

O fogo destruiu toda a área dos fundos do prédio. O forro de gesso desmoronou.

O Corpo de Bombeiros precisou interditar o trecho da rua em frente ao boliche para o combate ao incêndio, que contou com cinco viaturas. "O fundo está todo destruído. A parte dos pinos, as bolsas de bola do pessoal, a oficina, tudo destruído", explica o técnico de boliche Edimar Marques, que entrou no local com os bombeiros assim que o fogo foi controlado.

Nos fundos do prédio, era possível ver a altura em que as chamas estavam (Foto: Hélio de Freitas)Nos fundos do prédio, era possível ver a altura em que as chamas estavam (Foto: Hélio de Freitas)

A fumaça do incêndio se espalhou pelo Centro de Dourados e chamou a atenção de várias pessoas, que foram até o local ver o que ocorria. Atletas, funcionários e demais clientes do boliche acompanharam e lamentaram a situação.

Um dos prejudicados foi o jovem Rodrigo Marques, de 19 anos. Ele é o primeiro ranking sul-mato-grossense e quinto do Brasil.

Todo equipamento de Rodrigo, que é filho do treinador, foi perdido, junto ao de outros 20 atletas da modalidade, que também guardavam ali bolsas, bolas, sapatos e outros acessórios. Além dos competidores, que entraram em desespero ao ver o fogo, a esposa do dono do local, Marcia Martins, chorou muito durante o incêndio.

Para conter as chamas, o Corpo de Bombeiros precisou entrar pelos fundos, onde estava o foco principal, com labaredas altas. A causa do incêndio ainda não foi identificada, mas a suspeita inicial é de que tenha ocorrido um curto circuito.

Em novembro 2014, no mesmo estabelecimento, uma explosão deixou o funcionário de uma empresa de gás, que realizava a troca de um botijão, e a cozinheira do boliche feridos. Até o fim desta reportagem, os bombeiros continuavam no prédio, mas o incêndio havia sido totalmente controlado.

Incêndio atingiu a parte dos fundos do boliche, mas fumaça tomou conta de todo o local (Foto: Hélio de Freitas)Incêndio atingiu a parte dos fundos do boliche, mas fumaça tomou conta de todo o local (Foto: Hélio de Freitas)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions