A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/11/2015 11:00

Internas irão produzir fraldas descartáveis para entidades carentes

Flávia Lima

Com a doação de uma máquina, internas do Estabelecimento Penal Feminino de Três lagoas começarão a produzir fraldas descartáveis para serem distribuídas a entidades filantrópicas que atendem lar de idosos e casas-lares da cidade.

O equipamento foi doado pela Defensoria Pública a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). O diretor-presidente do órgão, Ailton Stropa Garcia, esteve em Três Lagoas visitando a unidade prisional, onde se reuniu com o defensor público Olavo Colli Júnior e com a diretora do estabelecimento penal, Leonice Miranda Rocha Guarini, para discutir a implantação do projeto.

Também participaram do encontro o superintendente de Políticas Penitenciárias da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, Rafael Garcia Ribeiro, e diretor de Operações da Agepen, Reginaldo Régis.

Além da máquina, a Defensoria Pública também irá fornecer a primeira remessa de materiais. Pelo acordo firmado, o excedente da produção será vendido por uma das entidades filantrópicas. O objetivo é comprar mais matéria prima com a renda obtida através da venda.

De acordo com a diretora do presídio, a oficina está em fase de implantação e os trabalhos terão início ainda esta semana. Inicialmente, duas detentas atuarão na produção. A máquina tem capacidade para produzir cerca de 300 fraldas por hora.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions