A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/12/2015 15:42

Juti completa 28 anos de emancipação com show e entrega de prêmios

Renata Volpe Haddad
Juti comemora nesta segunda-feira, 28 anos de emancipação. (Foto: Assessoria)Juti comemora nesta segunda-feira, 28 anos de emancipação. (Foto: Assessoria)

O município de Juti, distante 320 km de Campo Grande, comemora nesta segunda-feira (14) 28 anos de emancipação político-administrativo.

Com a realização de várias atividades esportivas e culturais, as comemorações do aniversário se iniciaram no início de dezembro, com entrega de certificados para alunos e inauguração da tradicional iluminação pública.

Nesta segunda-feira, às 16h acontece o passeio ciclístico e sorteio de prêmios. Está programado para 17h, a 5º corrida de pedestre com entrega de premiação aos vencedores e sorteio de prêmios ao público presente.

Na sequência, será realizada a entrega de veículos novos para as secretarias de Assistência Social e Saúde.

E para encerrar as comemorações, no dia 31 de dezembro, a prefeitura municipal realiza Show da Virada do ano, na Avenida Sérgio Maciel, a partir das 22h.

Decoração natalina em Juti foi inaugurada na última sexta-feira e população se reuniu na praça Santa Luzia. (Foto: Assessoria)Decoração natalina em Juti foi inaugurada na última sexta-feira e população se reuniu na praça Santa Luzia. (Foto: Assessoria)

Município - Com quase seis mil habitantes, Juti, está localizado na região Sul de Mato Grosso do Sul. A antiga Vila Santa Luzia, foi fundanda entre 1912 e 1915, por influência do progresso da extração da erva-mate.

O primeiro morador foi Sérgio Maciel de Oliveira, que chegou nos campos de Santa Luzia em 13 de dezembro de 1898, onde construiu uma paragem provisória

O Distrito de Paz de Santa Luzia ou de Juti, como ficou denominado, foi criado para a Vila de Caarapó, pela lei Estadual nº 1.021, de 21 de setembro de 1929, no governo de Mário Correia, governador do Estado de Mato Grosso.

Com a queda do Território Federal de Ponta Porã, em 18 de setembro de 1946, e a decretação do contrato de arrendamento dos ervais pela Companhia Mate Laranjeira no mesmo ano, a Vila entrou em decadência e perdeu a maior parte de sua população.

O cartório foi parar em Santa Luzia e a Vila de Caarapó perdeu sua jurisdição de vila. A condição de distrito e passou a pertencer a Santa Luzia até seu desmembramento, em 1948, com a criação do Cartório ou Distrito de Paz de Caarapó pela Lei nº188 em 16 de novembro de 1948.

A vila de Santa Luzia (ou Distrito de Juti), era apenas um ponto de paragem de carreteiros das barrancas dos rios Paraná, Amambaí e Laranjaí que seguiam para Campanário, Ponta Porã, Aquidauana, Nioaque, Porto Murtinho ou Concepcion, no Paraguai.

Muitos viam na região um recanto, onde a pastagem era abundante e rica em espécies e variedades em teor alimentício.

Em 1977 o município passa a fazer parte de Mato Grosso do Sul e em 14 dezembro de 1987, pela lei 800, foi criado o município de Juti, pelo, então, governador Marcelo Miranda Soares, ficando o mesmo, pertencendo a comarca de Caarapó.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions