A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/12/2015 16:57

Novo Horizonte do Sul e Juti entram na lista de 10 cidades em emergência

Priscilla Peres
No dia 24 de novembro o córrego Saiju, entre Caarapó e Juti, transbordou e interrompeu o tráfego na BR-163. (Foto: Leitor Dourados News)No dia 24 de novembro o córrego Saiju, entre Caarapó e Juti, transbordou e interrompeu o tráfego na BR-163. (Foto: Leitor Dourados News)

Subiu para dez o número de cidades em situação de emergência devido aos estragos da chuva. De acordo com a Defesa Civil estadual os municípios de Novo Horizonte do Sul e Juti formalizaram o decreto hoje e agora integram a lista dos mais atingidos pelas fortes chuvas.

Até o momento foram detectadas 39 pontes destruídas pela chuva, sendo 10 só em Amambai e nove em Tacuru, outras quatro de Sete Quedas entraram na lista hoje. Do total, três são estaduais.

O relatório atualizado da Defesa Civil também mostra que o número de pontes danificadas subiu para 22, e agora são três em Sete Quedas. De todas, duas de Tacuru são estaduais, as demais pertencem aos municípios.

Sete rodovias/estradas estaduais sofreram danos pela chuva, sendo quatro em Naviraí e três em Iguatemi. O levantamento é realizado todos os dias por técnicos que estão percorrendo as regiões mais afetadas pela chuva. Outras duas cidades (Aral Moreira e Itaquiraí) também foram atingidas pelas chuvas e ainda podem decretar emergência.

A prefeita Isabel Cristina de Juti, explica que o decreto só foi feito hoje pois estavam sendo feitos os levantamentos dos estragos deixados pela chuva, com o auxílio da Defesa Civil. Por lá, ela afirma que a situação ainda é bem difícil, principalmente para os moradores da área rural.

Fazendas e assentamentos estão isolados desde que a ponte sobre o rio Amambai foi levada pela grande quantidade de chuva. "Estamos arrumando uma estrada alternativa, mas as pessoas precisam desviar pelo município de Amambai", disse.

Amanhã (2), prefeitos de toda a região atingida pela chuva vão se reunir com representantes do governo do Estado e da Agesul (Agencia Estadual de Gestão de Empreendimentos), em Campo Grande, para falar sobre as medidas que serão tomadas para resolver os estragos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions