A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

29/01/2019 07:27

Ladrão leva R$ 30 mil em celulares, diz que tem dívida com o PCC e é preso

Questionado, o autor confessou e disse que praticou o crime para quitar uma divida de R$ 5 mil com traficantes presos na Capital

Viviane Oliveira
Além da droga e aparelhos celulares, calça e tênis usados pelo criminoso foram apreendidos (Foto: divulgação/Polícia Civil) Além da droga e aparelhos celulares, calça e tênis usados pelo criminoso foram apreendidos (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Conhecido como Coringa, Eduardo Henrique Silva de Souza, 19 anos, foi preso após roubar R$ 30 mil em celulares de uma loja, localizada na Avenida Goiás, em Chapadão do Sul, distante 321 quilômetros de Campo Grande.

Os aparelhos foram entregues a líderes do PCC (Primeiro Comando da Capital) que estão presos em penitenciárias da Capital, segundo relato de Eduardo à polícia. O caso aconteceu na sexta-feira (25), mas foi divulgado somente nesta segunda-feira (28) pela Polícia Civil.

Coringa agiu sozinho e foi identificado por meio do sistema de vídeo monitoramento da loja. Na sequência, Coringa foi preso na Rua Paranaguá. Com o ladrão, foi encontrada uma porção de maconha e um celular com registro de roubo. Na casa dele, foram localizados dois recipientes com pedras de crack. 

Questionado, o autor disse que praticou o crime sozinho para quitar uma divida de R$ 5 mil com presos na Capital. Os traficantes, segundo versão do rapaz, teriam o ameaçado de morte caso não quitasse a dívida. Coringa foi preso em flagrante pelos crimes de roubo e tráfico de drogas. No total, foram roubados 23 celulares. Os aparelhos ainda não foram encontrados. Segundo o proprietário do comércio, o prejuízo foi de mais de R$ 30 mil, além de R$ 1 mil que estava no caixa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions