A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

01/10/2019 17:50

Mentor de assalto que terminou com morte de comerciante é preso

Crime aconteceu em fevereiro de 2018 e o taxista Julialdo Rosa Valhovera foi preso na região do Indubrasil nesta terça-feira

Liniker Ribeiro
Momento da fuga, logo após o crime (Foto: Reprodução)Momento da fuga, logo após o crime (Foto: Reprodução)

Um ano e oito meses depois da morte do comerciante Paulo Buchanelli, de 47 anos, durante um assalto, a Polícia Civil da Capital prendeu, nesta terça-feira (1º), o taxista Julialdo Rosa Valhovera, apontado como mentor do crime. Caso aconteceu em fevereiro de 2018, no município de Sidrolândia, a 71 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Civil, a prisão aconteceu durante operação que envolveu equipes da 7ª Delegacia da Capital e da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). Julialdo foi preso na região do Indubrasil.

Segundo o site Região News, Juliado possui extensa ficha criminal e, conforme investigação policial, além de mentor, ele é suspeito de ter conseguido a arma usada por Julio César dos Santos Rosa, quem atirou contra o comerciante.

O assalto que acabou na morte do empresário aconteceu em frente a agência bancária do Banco do Brasil, em Sidrolândia. Informações divulgadas pela polícia indicam que a vítima estava em frente a agência com um malote de dinheiro em mãos quando uma dupla de motocicleta se aproximou.

O crime – Imagens de câmera de segurança flagraram o momento em que o comerciante foi assaltado em frente ao Banco do Brasil de Sidrolândia. Nas imagens é possível ver Paulo chegando em uma picape branca e estacionando em frente a agência. Assim que desce com o malote nas mãos é surpreendido por um dos suspeitos, que sem anunciar o assalto, tenta tomar o dinheiro.

A vítima tentou impedir o roubo, mas foi ferida por um no peito. A gravação mostra ainda o suspeito fugindo do local com o malote, cerca de R$ 70 mil, e virando a esquina, onde encontrou o comparsa. A dupla escapou em uma Honda Titan vermelha, comprada um dia antes do crime.

O comerciante chegou a ser socorrido para o Hospital Elmíria Silvério Barbosa, mas não resistiu. As Polícias Militar e Civil fazem buscas pelos criminosos. Wellesson Sanches Fragozo, o “Pipoca” e Diego Guimê foram presos como executores do crime na época. Confira o vídeo:

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions