A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

21/02/2019 07:38

Militares iniciam operação para coibir crimes na fronteira com a Bolívia

Objetivo é reprimir os delitos como tráfico de pessoas, drogas, armas e munições além de crimes ambientais

Mirian Machado
Militares durante o primeiro dia da Operação na fronteira com a Bolívia (Foto: Diário Corumbaense)Militares durante o primeiro dia da Operação na fronteira com a Bolívia (Foto: Diário Corumbaense)

Militares da Marinha e do Exército iniciaram na quarta-feira (20) a Operação Ágata na fronteira de Corumbá com a Bolívia. Os militares se concentram no Posto Lampião Aceso, em barreiras de fiscalização.

O objetivo é aumentar e intensificar as fiscalizações na região para combater e reprimir os delitos transfronteiriços, como tráfico de pessoas, drogas, armas e munições além de crimes ambientais.

Conforme apurado pelo portal Diário Corumbaense, a ação está sendo coordenada pela Marinha do Brasil por meio do 6° Distrito Naval com o apoio de vários órgãos da região.

Para quem mora na região, a operação traz segurança. “É bom manter o controle da entrada e saída de coisas erradas nos dois lados da fronteira. Isso de fato nos dá sensação de maior segurança”, afirma a boliviana Michelle Gemio.

A operação inaugurou em 2017 uma nova formatação de atuação. Nas edições anteriores, a operação era desencadeada a nível nacional e simultaneamente em todas as fronteiras, hoje segundo o Ministério da Defesa, as operações são pontuais, sem datas previstas para ocorrer e sem prazo determinado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions