ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Morta a facadas pelo ex-marido, mulher estava separada do assassino há 3 meses

Suspeito, Edmilson Veríssimo, de 33 anos, acumulava passagens por violência doméstica e porte ilegal de arma

Por Dayene Paz | 22/06/2022 09:56
Casal em foto publicada nas redes sociais. (Foto: Redes sociais)
Casal em foto publicada nas redes sociais. (Foto: Redes sociais)

Assassinada com seis facadas pelo ex-marido, Grazielly Karine Soares Alves de Lima, de 28 anos, estava separada do homem há cerca de três meses, conforme informações que constam em registro policial. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (22), em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande. Edmilson Veríssimo dos Reis, de 33 anos, fugiu e é procurado pela polícia.

Edmilson já tinha ficha criminal por violência doméstica, uma inclusive, envolvendo Grazielly, em março de 2022, por lesão corporal qualificada. Na época, a mulher pediu medida protetiva, mas a própria vítima retirou após alguns dias. No boletim de ocorrência consta que o casal brigava muito, pois Edmilson era ciumento e agressivo.

Além disso, também tinha passagem por porte ilegal de arma e foi denunciado em 2016 por desacatar uma policial civil.

Feminicídio - Grazielly foi assassinada a facadas na madrugada desta quarta-feira (22), na residência onde morava, na Rua Edu Rocha, Bairro Popular Nova, em Corumbá.

A Polícia Militar informou que foi acionada pelo amigo do casal, este que recebeu uma ligação de Edmilson, na qual ele dizia que tinha acabado com sua vida e havia matado a esposa. O amigo foi até a casa e encontrou muito sangue, então acionou o Corpo de Bombeiros.

A vítima foi encontrada sentada em um sofá, com várias perfurações e sem sinais vitais, sendo o óbito confirmado. O cômodo, entre cozinha e sala, estavam bagunçados, com várias garrafas de cerveja quebradas. A Polícia Militar fez o isolamento do local do crime até a chegada da perícia criminal, que fez os procedimentos necessários e encaminhou o corpo para exames necroscópicos. Perícia preliminar encontrou seis perfurações, causadas possivelmente por uma faca, que não foi localizada.

Edmilson foi visto fugindo em uma motocicleta Harley Davidson.

Nos siga no Google Notícias