A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

13/02/2019 09:58

MP investiga uso de viatura do bombeiro para transporte de presos

Promotor instaura ainda hoje um inquérito civil para apurar caso mostrado com exclusividade pelo Campo Grande News; viatura transportou presos para obra na casa de comandante

Helio de Freitas, de Dourados
Viatura do bombeiro chega ao bairro onde deixou dois internos para trabalhar em obra particular (Foto: Helio de Freitas)Viatura do bombeiro chega ao bairro onde deixou dois internos para trabalhar em obra particular (Foto: Helio de Freitas)

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul instaura nesta quarta-feira (13) um inquérito civil para investigar a denúncia de que uma viatura do Corpo de Bombeiros foi usada para transportar internos do regime semiaberto para trabalhar na reforma da casa do comandante da corporação em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

O caso foi divulgado ontem (12) com exclusividade pelo Campo Grande News. A reportagem acompanhou a viatura do quartel do bombeiro na Avenida Presidente Vargas até o presídio e depois até uma casa no Portal de Dourados, onde vai morar o atual comandante do Corpo de Bombeiros Flávio Pereira Guimarães.

Titular da 16ª Promotoria de Justiça, responsável pela proteção do patrimônio público, o promotor Ricardo Rotunno informou ao Campo Grande News que o inquérito civil vai investigar o uso da viatura e a utilização da mão de obra dos internos na obra particular.

Ele disse que também fará uma vistoria na casa localizada na Alameda dos Jacarandás, 260, no Portal de Dourados, onde dois internos foram deixados ontem de manhã. Localizada em bairro nobre da região norte, a casa está em reforma.

Comandante confirma – Ontem, o tenente-coronel Flávio Guimarães disse que a casa é alugada e está fazendo reforma para se mudar após deixar o comando do 2º Grupamento de Bombeiros. Ele passa o posto no dia 22. Atualmente o oficial mora na residência funcional, localizada no próprio quartel da corporação.

Flávio Guimarães confirmou que utiliza mão de obra dos presos para reformar a casa e prometeu pagar pelo serviço. Disse que a direção do presídio tem conhecimento da situação.

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) informou que o ofício enviado pelo tenente-coronel solicitava os internos para reparos na sede do Corpo de Bombeiros. Ontem não tinha nenhum detento fazendo reparos no quartel.

Sobre o uso da viatura, Flávio Guimarães disse que foram situações excepcionais, já que na segunda-feira (11) à tarde não conseguiu pegar o carro de sua mulher para levar os internos ao presídio.

Na manhã de ontem, quando a situação foi flagrada pelo Campo Grande News, o comandante disse que pediu para a viatura buscar os presos porque tinha uma videoconferência com o Comando Geral no mesmo horário.

A viatura de resgate deixou o quartel do bombeiro às 6h19 e deixou os internos na casa do Portal às 7h05. A reportagem apurou que o contrato de locação da residência está em nome de outro bombeiro, Edmar Santos Gonçalves. A casa foi alugada em uma imobiliária da cidade por R$ 1.600.

Na tarde de ontem, o Comando Geral do Corpo de Bombeiros e a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) prometeram investigar a utilização da viatura no transporte dos internos e a utilização deles para reformar a casa do comandante da corporação.

Casa em reforma no Portal de Dourados, onde presos foram deixados ontem por viatura do bombeiro (Foto: Helio de Freitas)Casa em reforma no Portal de Dourados, onde presos foram deixados ontem por viatura do bombeiro (Foto: Helio de Freitas)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions