A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/03/2016 08:58

MPE investiga improbidade, mas vereador nega fraude em diárias

Caroline Maldonado

O MPE (Ministério Público Estadual) abriu inquérito para investigar recebimento indevido de diárias por parte de um vereador de Juti, a 320 quilômetros de Campo Grande. Elício Rocha Filho (PTdoB) nega qualquer irregularidade em sua atuação na Câmara e diz que vai se defender assim que for notificado pelo órgão.

A investigação é realizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Caarapó, município vizinho. A abertura do inquérito foi publicada hoje (29) no Diário Oficial do MPE, assinada pela promotora Fernanda Rottili Dias. O edital que informa a instauração não detalha o que motivou a investigação.

Para o vereador, é possível que o MPE tenha se baseado em alguma denúncia. “Não posso falar sobre isso, porque não tenho conhecimento dessa investigação. O que posso dizer é que não há irregularidades. Quando eu me informar sobre o inquérito, vou poder falar algo, até porque vou me defender e provar que isso não existe”, disse Elício.

O vereador disse ainda que a "política é quente em Juti" e lembrou que a prefeita da cidade, Isabel Cristina Rodrigues (DEM), já enfrenta processo de cassação na Câmara de Vereadores. Apesar de citar a chefe do Executivo, Elício não comentou se é a favor ou contra sua cassação, apenas frisou que denúncias são comuns no município.  

A prefeita é acusada de crimes de responsabilidade por suposta fraude em licitações e por descumprir a Lei Orgânica do Município ao deixar de fornecer informações aos vereadores. As denúncias foram protocoladas pelo morador Paulo Graw, no dia 1º de março. Na sessão do dia 7 do mesmo mês, os vereadores acataram a representação e por unanimidade aprovaram a instauração da Comissão Processante.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions