A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

09/08/2013 19:04

MPE investiga mãe de vereador que empregaria família em escola de Paranhos

Vinícius Squinelo

O MPE (Ministério Público Estadual) investiga a conduta de Rita de Souza Almeida, diretora da escola Santiago Benites, em Paranhos, cidade distante 469 km de Campo Grande. Ela, que é mãe do vereador Guto Almeida (PT), é suspeita de empregar vários membros da família na instituição de ensino.

O parlamentar nega as acusações, e garante que Rita já respondeu aos questionamentos do MPE, que não teria mais se manifestado sobre o caso. Guto ainda garante que a mãe sofre perseguição política.

Segundo denúncia recebida pelo MPE, através da Ouvidoria da Secretaria Estadual de Educação, Rita de Souza estaria realizando “contratação irregular de funcionários”. Contrariando critérios estabelecidos, a diretora estaria dando ‘preferência’ para membros da família.

Rita é forte candidata a ser indicada como Secretária de Educação de Paranhos. A diretora ainda foi denunciada por suposto desvio de verba, e negligência no caso da agressão de um aluno.

As investigações do Ministério Público foram iniciadas em maio.

Perseguição – Filho da diretora e acusado de ser beneficiado pela mãe, que ‘trocaria’ vagas de trabalho por votos, o vereador Guto Almeida (PT) negou qualquer acusação e falou em perseguição política.

“Tudo perseguição política de certos vereadores do 45, que não se conformaram até hoje que perderam a eleição”, disparou o petista, em referência ao número da sigla do PSDB.

Ainda segundo o parlamentar, todas as acusações já foram esclarecidas junto ao MPE há cerca de 30 dias.

Guto admite que tem dois parentes, fora a mãe, trabalhando na escola Santiago Benites, uma tia e um irmão. “Mas os dois têm mais de dez anos na escola e são concursados”, garantiu.

Velório de jovens mortos em acidente leva 400 à ginásio e cancela Carnaval
O velório de quatro dos cinco jovens mortos em um acidente na rodovia BR-060, em Camapuã - município localizado a 133 km de Campo Grande -, levou pel...
Incêndio em fazenda é controlado e prejuízo pode ser de R$ 2 milhões
O incêndio que atingiu a fazenda Novilho, localizada em Caarapó - município que fica a 283 km de Campo Grande - e ocupada por índios Guarani-Kaiowá d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions