ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 29º

Economia

MPT recomenda fiscalização em frigorífico fechado por conta da covid-19

Com as inspeções, o MPT espera descobrir quantos casos confirmados de covid-19 existem entre os empregados das empresas

Por Adriano Fernandes | 13/07/2020 23:37
Reunião com os funcionários do frigorífico de Juti. (Foto: Caarapós News)
Reunião com os funcionários do frigorífico de Juti. (Foto: Caarapós News)

O MPT/MS (Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul) solicitou aos Departamentos de Vigilância Epidemiológica dos municípios de Juti e São Gabriel do Oeste que façam diligências nas plantas frigoríficas Frizelo e Boibrás, que ficam nos municípios para verificar se as indústrias estão cumprindo as medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus.

No último sábado (11), equipes das Secretarias de Saúde de Juti e Caarapó coletaram amostras respiratórias dos cerca de 350 funcionários do frigorífico Frizelo, depois que alguns funcionários da indústria testaram positivo para a doença. Diante dos casos a empresa, em conjunto com o governo estadual, decidiu interromper as atividades por sete dias, contados a partir desta terça-feira (14).

Conforme o boletim da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado nesta segunda-feira (13) há 232 pessoas infectadas pelo coronavírus em São Gabriel do Oeste, 55 em Caarapó e 36 em Juti.

Com as inspeções, o MPT espera descobrir quantos casos confirmados de covid-19 existem entre os empregados das empresas, se há funcionários que residem com pessoas que tiveram diagnóstico positivo da doença e quais providências as indústrias têm adotado para evitar a proliferação da covid-19.

Um representante legal da Frizelo Frigoríficos Ltda. também foi notificado a informar, no prazo de até 48 horas, acerca da situação dos contágios na planta.

Em Mato Grosso do Sul, surtos de covid-19 já provocaram a suspensão das atividades de abate e processamento de carne em indústrias situadas em Bonito, Guia Lopes da Laguna e Rochedo.