ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Na fuga, quadrilha que roubou 3 aeronaves deixou ferramentas para trás

No hangar há câmera de segurança, mas não estavam funcionando no momento do crime

Por Viviane Oliveira | 06/09/2021 09:49
Uma das aeronaves que foram roubadas de aeroclube (Foto: Direto das Ruas) 
Uma das aeronaves que foram roubadas de aeroclube (Foto: Direto das Ruas)

Na fuga, os bandidos fortemente armados que invadiram o Aeroclube de Aquidauana e roubaram três aeronaves, deixaram para trás as ferramentas utilizadas no crime, como chave micha e corta cadeado, além das fitas usadas para amarrar o caseiro, de 63 anos, e os dois filhos dele, adolescentes.

O caso aconteceu por volta das 2h30 desta segunda-feira (6) no aeroclube da cidade. Cada avião roubado está avaliado em cerca de R$ 650 mil.

No hangar há câmera de segurança, mas estava sem funcionar. Leitores do site O Pantaneiro flagraram os bandidos sobrevoando o município, por volta das 3h. Duas das aeronaves tinham luzes acesas, enquanto a terceira voava totalmente apagada. Assista:

Todos os 18 bandidos embarcaram nas aeronaves de pequeno porte, os aviões têm espaço para cinco passageiros sentados e um tripulante.

Conforme o delegado Jackson Frederico Vale, os materiais deixados pela quadrilha foram apreendidos pela equipe de Perícia Técnica. No local, também foram colhidas as impressões digitais deixadas pelos criminosos.

Como não há rastros de veículos por perto, a suspeita é de que os bandidos tenham seguido a pé em direção ao aeroclube. Eles arrebentaram a cerca para acessar a pista, uma estrutura bem rudimentar, como cercas de madeira e arame farpado comum em fazendas. Ainda não há informações sobre o paradeiro dos aviões roubados.

Ainda de acordo com o delegado, o fato é um típico crime de organização criminosa que rouba aeronaves para usar no tráfico de entorpecentes". A ação durou cerca de 30 minutos, o que mostra a extrema organização do grupo. "Os bandidos tinham sotaque de bolivianos e paraguaios. As vítimas não souberam distinguir", detalha a autoridade policial.

Bandidos vieram da Vila 40 e arrebentaram a cerca para acessar a pista (Foto: O Pantaneiro)
Bandidos vieram da Vila 40 e arrebentaram a cerca para acessar a pista (Foto: O Pantaneiro)

Ação - Conforme o delegado, cerca de 18 ladrões chegaram por volta das 2h30 da madrugada, com toucas, luvas e roupas pretas. Todos armados. Renderam o caseiro que mora no local, junto de 2 filhos adolescentes. Depois, levaram as vítimas até o hangar em que estavam as aeronaves e lá mantiveram elas presas na grade de proteção do tanque de combustível.

Depois de serem avisados do crime, policiais militares da cidade foram ao local e encontraram duas das vítimas em frente ao Aeroclube. Elas estavam com as mãos presas por lacres e foram liberadas pelas equipes. Os bandidos tentaram entrar em 5 aviões, mas só conseguiram arrombar 3. Abasteceram e levantaram voo com as aeronaves. Só depois de perceberem que todos os envolvidos haviam fugido, os funcionários saíram em busca de socorro.

Foram levados um avião Bonanza Modelo V35B (matrícula PT-ING) e dois Cessna Modelo 182 (matrículas PT-KDI e PT-DST). Conforme apurado pela reportagem com base no Registro Aeronáutico Brasileiro, a primeira aeronave pertence a Zelito Alves Ribeiro, irmão do prefeito de Aquidauana, Odilon Ferraz Alves Ribeiro (PSDB). O segundo avião, com matrícula PT-KDI, está em nome da empresária Liliane Paschoaletto Trindade. A terceira aeronave pertence ao cantor Almir Sater. Moradores flagraram o momento em que uma das aeronaves levantava voo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário