A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

22/06/2017 10:59

Operação Sanga captura 12 traficantes e apreende carros e dinheiro em MS

Mandados foram cumpridos hoje em Ponta Porã, Campo Grande e Umuarama; drogas e armas eram transportadas em caminhões

Helio de Freitas, de Dourados
Traficantes presos durante Operação Sanga, hoje em Ponta Porã (Foto: Ponta Porã Informa)Traficantes presos durante Operação Sanga, hoje em Ponta Porã (Foto: Ponta Porã Informa)

Doze pessoas acusadas de tráfico internacional de drogas e de armas foram presas hoje (22) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, durante a Operação Sanga, desencadeada pela Polícia Federal. Dos 16 mandados de prisão, quatro ainda não foram cumpridos porque os acusados não foram localizados durante as buscas.

O delegado-chefe de combate ao crime organizado em Mato Grosso do Sul, Cléo Mazzotti, disse ao Campo Grande News que um mandado de condução coercitiva foi cumprido na Capital e outro em Umuarama (PR).

Já em Ponta Porã foram cumpridos os mandados de prisão, 16 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de condução coercitiva.

O nome da operação é uma referência ao distrito de Sanga Puitã, localizado a 10 km da área central de Ponta Porã, nas margens da BR-463. Segundo a PF, a quadrilha era baseada nesse local.

Além dos traficantes presos hoje, entre eles motoristas dos caminhões usados para transporte de drogas e armas, a PF apreendeu dez veículos, armas e R$ 45 mil em dinheiro. Entre os veículos está um caminhão, com fundo falso preparado para transporte de até 500 quilos de drogas.

Policiais federais cumprem mandado no distrito de Sanga Puitã (Foto: Ponta Porã Informa)Policiais federais cumprem mandado no distrito de Sanga Puitã (Foto: Ponta Porã Informa)

SP e MG – Segundo o delegado Cléo Mazzotti, durante um ano de investigações a Polícia Federal descobriu que a quadrilha trazia drogas e armas do Paraguai e escondia em fundos falsos de caminhões, usados também para transportar cargas lícitas, para despistar a investigação. A droga e as armas eram destinadas a cidades paulistas e de Minas Gerais.

Ao longo da investigação foram interceptados sete carregamentos de drogas e armas, totalizando dez toneladas de maconha, um fuzil de calibre 5,56 mm, munições calibre 7,62, 9mm e 38, carregadores de fuzil e de pistola, adaptadores de rajada para pistola Glock 9mm e três revolveres calibre 38.

O delegado da PF informou que a operação de hoje desmantelou o centro de recebimento e distribuição mantido pela quadrilha, mas as investigações continuam para tentar chegar a outros envolvidos. As pessoas presas hoje estão sendo ouvidas na delegacia da PF em Ponta Porã.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions