ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Padrasto é condenado por série de abusos, mas pagará só R$ 5 mil de indenização

Criança de 7 anos contou que era vítima de abusos enquanto a mãe dormia

Por Aline dos Santos e Geisy Garnes | 03/08/2021 09:21
Tribunal de Justiça determinou pena de 14 anos de prisão para homem que abusou de enteada. (Foto: Marcos Maluf)
Tribunal de Justiça determinou pena de 14 anos de prisão para homem que abusou de enteada. (Foto: Marcos Maluf)

Uma sequência de abusos contra a enteada de sete anos levou à condenação do autor a 14 anos de prisão, além do pagamento de indenização de R$ 5 mil a vítima. O crime aconteceu em assentamento rural, no município de Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande.

O homem de 28 anos mantinha relacionamento amoroso com a mãe da vítima, mas se valia da proximidade para abusar da criança. Ele tocava a região íntima da menina.

Numa das vezes, a mãe acordou por volta das 5h, viu que o companheiro não estava na cama, saiu para procurá-lo e se surpreendeu ao encontrar a menina tomando banho. A criança relatou que foi tomar banho porque, mais uma vez, tinha sofrido abuso.

O caso foi denunciado à polícia e o padrasto foi preso. Primeiro, ele foi condenado a 15 anos e 9 meses, com pagamento de indenização. O homem recorreu da sentença e, no fim de julho, o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) reduziu a pena para 14 anos e dez meses.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário