ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Para conter covid-19, Ponta Porã fecha principal parque da cidade

O município também proibiu o uso de narguile em espaços públicos, bares e conveniências

Por Tainá Jara | 07/03/2021 17:52
Parque dos Ervais é o maior do interior de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Prefeitura de Ponta Porã)
Parque dos Ervais é o maior do interior de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Prefeitura de Ponta Porã)

Para conter o avanço das contaminações pelo coronavírus, o município de Ponta Porã, distante 323 quilômetros de Campo Grande, fechou o Parque dos Ervais, o maior do interior de Mato Grosso do Sul e principal opção de lazer na cidade. Também está proibido o uso de narguilé em espaços públicos, bares e conveniências.

Na última quinta-feira, o prefeito Hélio Peluffo (PSDB) assinou decreto que restringiu a circulação de pessoas na cidade. As medidas adotadas seguem enquanto a classificação permanecer no vermelho no sistema Prosseguir, do Governo do Estado, e serve para evitar que atinja a escala cinza, a pior de todas.

Pelas novas medidas, shows, festas comemorativas, festas recreativas, bailes, aniversários, casamentos, reuniões, palestras entre outros similares estão suspensos. Caso não seja possível cancelar o evento, ele poderá acontecer com os portões fechados, desde que respeitados os protocolos de biossegurança e a Vigilância Sanitária seja comunicada, mas nunca excedendo o total de 40 pessoas.

Os esportes coletivos também foram atingidos e está suspensa a sua prática, seja em quadra pública ou privada. Parque dos Ervais e Horto Florestal permanecerão fechados enquanto durarem as medidas restritivas.

Igrejas, templos, bares, restaurantes, bancos, lotéricas, cartórios, lojas e o comércio como um todo, deverão respeitar a capacidade máxima de 30% de sua lotação e observar a distância mínima de 02 metros entre todas as pessoas no recinto. Além disso, todos os estabelecimentos deverão respeitar e fazer cumprir os protocolos de biossegurança, como obrigar a utilização de máscaras, higienização de mãos e o distanciamento.

O toque de recolher adotado em Ponta Porã passa a ser das 22h às 05h. Neste horário, ninguém poderá circular pelas ruas, a não ser em casos previstos.

Os serviços de entrega, conhecidos como delivery, estão permitidos até às 23h, desde que seus funcionários estejam devidamente identificados e os protocolos de biossegurança sejam respeitados.

A fiscalização caberá às autoridades sanitárias, à Guarda Civil Municipal e a infração a qualquer artigo do novo decreto, descumprimento das medidas previstas autorizam a aplicação de multas, pena de responsabilização, a suspensão dos alvarás de localização e funcionamento, bem como a interdição temporária do local dos estabelecimentos infratores.

“Neste momento difícil, precisamos da ajuda e compreensão de todos. Essas medidas precisam ser tomadas para salvar vidas. Estamos contando com a colaboração de todos para parar a disseminação do coronavírus”, disse o prefeito.

Mato Grosso do Sul registrou 187.615 mil casos confirmados de covid-19. sendo 3.444 mortes. Ponta Porã teve 4.603 casos confirmados e 91 óbitos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário