ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Pastor acusado de estuprar menina de 12 anos é preso após fuga e retorno ao País

Por Bruno Chaves | 10/12/2013 17:59

Um pastor de 36 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso por investigadores da Polícia Civil de Corumbá acusado de estuprar uma menina de 12 anos.

O líder religioso teve prisão preventiva decretada em julho deste ano, mas fugiu para Bolívia. Ele foi preso no último domingo (8) ao voltar para o Brasil.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil, as investigações foram comandadas pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais) e pela Daiji (Delegacia de Atendimento á Infância, Juventude e Idoso).

O líder era investigado por policiais há meses. A prisão preventiva dele foi decretada pela 2ª Vara Criminal do município.

Investigadores que trabalham no caso afirmam que o suspeito fugiu para a Bolívia, onde ficou escondido por pelo menos cinco mese, mesmo antes de ter a prisão decretada.

O pastor aproveitava de sua função na igreja para praticar abusos sexuais contra a menina, conforme explicou a delegada Priscilla Anuda Vieira, titular da Daiji de Corumbá.

A vítima é filha de uma das fiéis que frequentavam a igreja evangélica comandada pelo acusado. O crime foi descoberto no início do ano.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário