ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Piloto de embarcação que causou acidente com morte não tinha habilitação

Marinha e Polícia Civil farão perícia nos dois barcos entre hoje e amanhã

Por Lucia Morel | 02/05/2021 14:55
Vítima, à frente, identificada como Carlão, morreu no acidente de barco no Rio Miranda. (Foto: Tempo MS News)
Vítima, à frente, identificada como Carlão, morreu no acidente de barco no Rio Miranda. (Foto: Tempo MS News)

Piloto da embarcação envolvida em acidente que deixou uma pessoa morta ontem no Rio Miranda não tinha habilitação para conduzir barco, segundo o delegado Jackson Vale, plantonista da Delegacia de Miranda, cidade a 201 Km de Campo Grande.

O delegado informou ainda, que mesmo sem a habilitação, o barco usado pelo suspeito do acidente estava em seu nome. “A embarcação é particular, da própria pessoa que não tinha a habilitação”, informou, dizendo que as investigações vão determinar as circunstâncias do caso e de quem foi a culpa pelo choque entre as embarcações.

Vale informou ainda que Marinha e Polícia Civil farão perícia nos dois barcos e que tanto sobrevivente quanto suspeito do acidente foram ouvidos. No entanto, filho da vítima fatal, que estava junto no momento do acidente não teve depoimento coletado porque está internado em observação.

O homem que morreu, identificado apenas como Carlos ou Carlão, era turista de pesca esportiva junto com o filho e estava em embarcação da pousada onde estavam hospedados quando o acidente ocorreu.

Segundo o suspeito do acidente, os dois barcos se chocaram por uma fatalidade sem que houvesse um responsável direto pelo fato. “O suspeito não atribui nem a ele nem ao piloto da outra embarcação a culpa pelo ocorrido”, comentou o delegado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário