ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Pistoleiro que matou Rafaat tenta fugir abrindo algema com "medalha santa"

Sérgio Lima dos Santos foi baleado no confronto e internado no hospital paraguaio. Ele está algemado na cama e sob escolta da Polícia Nacional paraguaia

Leandro Abreu | 24/06/2016 20:10
O pistoleiro brasileiro que manuseou a metralhadora .50 no ataque contra o empresário e narcotraficante Jorge Rafaat Toumani (Foto: Site Capitanbado.com)
O pistoleiro brasileiro que manuseou a metralhadora .50 no ataque contra o empresário e narcotraficante Jorge Rafaat Toumani (Foto: Site Capitanbado.com)

O pistoleiro brasileiro Sérgio Lima dos Santos, que manuseou a metralhadora .50 no ataque contra o empresário e narcotraficante Jorge Rafaat Toumani, ocorrido no dia 15 deste mês em Pedro Juan Caballero, tentou fugir do hospital nesta quinta-feira (23) usando uma medalha da Virgem Maria para abrir a algema que o prende na cama.

De acordo com o site paraguaio ABC Color, Sérgio está internado no hospital Metropolitano, da cidade Fernando de la Mora. Ele foi baleado pelos seguranças de Rafaat durante a emboscada e abandonado pelos colegas no hospital paraguaio, onde está sob escolta para Polícia Nacional Paraguaia.

Nesta sexta-feira (24), outros dois suspeitos de participação no ataque a Rafaat foram presos na região de Pedro Juan Caballero. O brasileiro Renato Signoretti, 36, residente de Ponta Porã, e o paraguaio Mario Sergio Amaral Flores, 42, estavam em um Golf branco, usado para levar Sérgio ao hospital de Pedro Juan.

Ataque - Rafaat era considerado o “Rei da Fronteira” e foi executado em uma ação cinematográfica, com a participação de cerca de 100 pistoleiros contratados para matá-lo. Do lado da vítima, 30 seguranças tentaram combater a ação dos pistoleiros.

A caminhonete Hummer blindada dirigida pelo narcotraficante foi interceptada em um cruzamento de Pedro Juan Caballero, quando ele retornava para casa à noite. Um utilitário que tinha na parte traseira uma metralhadora .50, passou à frente e o atirador, o brasileiro Sérgio Lima dos Santos, descarregou uma “cinta” de munição.

A vítima morreu no local. O atirador acabou sendo baleado, levado por integrantes da quadrilha para o hospital de Pedro Juan Caballero e posteriormente transferido para unidade de saúde de Assunção, por causa da gravidade do seu quadro clínico. O motorista do carro desapareceu.

Nos siga no Google Notícias