A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

25/01/2016 12:43

Polícia prende suspeitos de matar adolescente a tiros de pistola

Mariana Rodrigues
O corpo da adolescente foi encontrado em um terreno baldio. (Foto: Rio Brilhante News)O corpo da adolescente foi encontrado em um terreno baldio. (Foto: Rio Brilhante News)

A Polícia Civil de Rio Brilhante , a 163 km de Campo Grande, prendeu três pessoas suspeitas de envolvimento na morte da adolescente Andria Loize Freitas Vargas, 17 anos, ela foi encontrada morta em um terreno baldio. Um quarto envolvido na morte da menor é um presidiário de Dourados, que seria o mandante. O crime ocorreu no dia 27 de dezembro do ano passado e o motivo seria dívida com drogas. A prisão dos suspeitos foi divulgada hoje (25).

Foram presos Jenyfer Oliveira Vilhalva, 21 anos, Micaeli Benites Casal, 19 anos, e José de Freitas Junior, 19 anos. Os investigadores do SIG (Serviço de Investigações Geral), apresentaram a quadrilha na última quinta-feira (21), todos confessaram participação no assassinato e tiveram suas prisões preventivas decretadas pela justiça.

De acordo com os investigadores, o crime vinha sendo apurado e diante de várias diligências, eles chegaram até Jenyfer na manhã de quinta-feira, na delegacia ela confessou a participação no assassinato de Andria e contou detalhes de como o crime foi arquitetado.

Segundo, depoimento de Jenyfer, seu namorado, Rogério Pereira de Lima Morais que está preso em Dourados, teria lhe confidenciado que Andria havia pego droga de sua propriedade e não passou o dinheiro da venda do entorpecente, ela então teria ficado encarregada de cobrar a dívida.

No dia do assassinato Jenyfer relatou que, pegou um revólver e entrou em contato com Micaeli, para que atraísse Andria. Em seu depoimento, Micaeli afirma que antes de ir à casa da vítima, foram até a casa de José de Freitas e ele teria dito que faria a execução.

De acordo com José, quando Andria já estava no terreno, ele efetuou um disparo na nuca, com a vítima já no chão, aproximou-se e efetuou mais um disparo abaixo da orelha, a queima roupa.

Os três estão presos e irão responder por homicídio qualificado por motivo fútil e mediante emboscada e sem dar chance de defesa a vítima. Uma quinta pessoa, Peterson Muniz da Silva, 18 anos, também está preso suspeito de participação no assassinato. Para a polícia a arma usada no crime era dele.

Caso - Andria foi encontrada morta na manhã do dia 27 de dezembro em um terreno baldio no cruzamento das ruas Sidney Coelho Nogueira com a Santana, na região central de Rio Brilhante. Andria Loize Freitas Vargas era homossexual e foi morta com três tiros de pistola.

Tudo indica, de acordo com o site Rio Brilhante News, que a garota foi levada até o terreno e morta no local. No bolso de Andria foi encontrado porções de maconha e um aparelho celular que foram apreendidos. A adolescente tinha passagens por furto e porte de droga para uso pessoal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions