A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

19/06/2019 10:40

Polícia procura terceiro acusado de matar tio e sobrinho a golpes de facão

Homem de 32 anos e mulher de 25 foram presos ontem pelo duplo assassinato na madrugada de sábado em Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Rone Marques Alves e Janaina de Oliveira são acusados pela morte de tio e sobrinho em aldeia (Foto: Adilson Domingos)Rone Marques Alves e Janaina de Oliveira são acusados pela morte de tio e sobrinho em aldeia (Foto: Adilson Domingos)

A Polícia Civil procura um terceiro suspeito de envolvimento nos assassinatos de Josias da Silva Machado, 47, e do sobrinho dele, Pedro Ávila Moraes Filho, 21, ocorridos na madrugada de sábado (15) na Aldeia Jaguapiru, em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

O suspeito, ainda sem identidade revelada pela polícia, foi apontado por outros dois envolvidos no crime, Rone Marques Alves, 32, e Janaina Benites de Oliveira, 25. O casal foi preso ontem (19) e apresentado nesta quarta-feira pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais).

Janaina e Rone, que não é índio, mas mora na aldeia com a mulher, negam ter esfaqueado tio e sobrinho, mas apresentam contradição nas declarações. Para a polícia, o casal e o terceiro envolvido mataram tio e sobrinho por motivos banais. Josias e Pedro ficaram desfigurados com os golpes e foram encontrados no meio de uma estrada por moradores da aldeia.

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, a investigação do SIG apontou que Josias e Pedro foram vistos embriagados, perambulando pelas estradas da aldeia na madrugada de sábado.

“Veio à tona que as vítimas se envolveram em discussão com indivíduos até aquele momento não identificados. Ao serem aprofundadas as diligências ficou apurado que ao passarem na frente da casa de Rone e Janaina, Pedro e Josias foram hostilizados, iniciando-se uma discussão”, explicou o delegado.

Depois da discussão, segundo o delegado, Rone e Janaina se armaram com facões e facas e, provavelmente com a ajuda de outro indivíduo, perseguiram os dois e os mataram. No domingo, a polícia foi até a aldeia, mas não conseguiu localizar os suspeitos. O casal se escondeu em uma casa em Dourados e foi preso ontem de manhã.

Janaina alega que tio e sobrinho também estavam armados, mas nem ela nem Rone apresentavam ferimentos. “As investigações demonstraram que Rone e Janaina eram tidos como pessoas violentas na Aldeia Jaguapiru. Constantemente aquele indivíduo dizia que era integrante de facção criminosa. Josias e Pedro não apresentaram reação ao serem mortos por estarem muito alcoolizados”.

Os dois acusados foram autuados em flagrante por duplo homicídio qualificado e o delegado pediu a prisão preventiva deles.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions