ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Prefeito de Dourados oficializa reabertura do comércio após lockdown

Alan Guedes optou por seguir programação já feita pela prefeitura antes da mudança do Prosseguir

Por Nyelder Rodrigues e Helio de Freitas, de Dourados | 11/06/2021 19:01
Ainda em lockdown, cenário vazio dominou hoje a avenida Joaquim Teixeira Alves (Foto: Helio de Freitas)
Ainda em lockdown, cenário vazio dominou hoje a avenida Joaquim Teixeira Alves (Foto: Helio de Freitas)

Alegando queda nos números da covid-19 na cidade, com redução de até 45% na média móvel de novos casos da doença, o prefeito de Dourados, Alan Guedes (PP), anunciou nesse fim de tarde de sexta-feira (11) a reabertura do comércio a partir de domingo (13), quando o decreto anterior de lockdown não estará mais em vigor.

Dourados vai somar 14 dias em restrição drástica de circulação de pessoas e abertura de estabelecimentos para conter o avanço do novo coronavírus no município. Agora, apesar de mantido em bandeira cinza no Prosseguir, Guedes frisa que a programação inicial feita pela prefeitura antes do lockdown será seguida.

"Alcançamos números satisfatórios graças ao apoio e compreensão da maioria da população douradense. Mas nossa cidade já ofereceu sua cota de sacrifício e vamos continuar com o plano de reabertura da economia traçado lá atrás", destaca em live no Facebook.

Guedes ainda ressaltou que a importância do uso de máscaras e a necessidade de seguir praticando o distanciamento correto entre as pessoas, além da higienização, em especial das mãos. O decreto que vai regular o que pode e não já foi publicado.

Limites - Como segue na bandeira cinza, o horário do toque de recolher vai das 20h às 5h, sendo permitido a abertura de igrejas, academias de ginástica, aulas da rede privada e a realização da Feira Agroecológica do Parque dos Ipês.

Os espaços devem respeitar o limite de ocupação de 30% da capacidade máxima, entre eles bares, restaurantes, lanchonetes, cafés, padarias e conveniências, além do distanciamento de dois metros entre os clientes e funcionários. Cada mesa deve ter no máximo quatro cadeiras em cada uma delas, exceto quando os membros ali forem da mesma família.

Apesar da abertura, não está permitida à permanência e aglomeração de pessoas na porta ou no entorno dos estabelecimentos citados a qualquer momento que seja. O serviço de delivery será permitido até às 23h para o setor de alimentação, mas é vedado até 20h a entrega de bebidas alcoólicas, todos os dias.

As igrejas devem também instalar recipientes com álcool em gel em suas entradas e aferir a temperatura de quem for entrar no templo, com uma pessoa fazendo a devida orientação do público. Já nas academias a distância mínima deve ser de cinco metros e os professores devem usar luvas, além das próprias máscaras

Supermercados - Supermercados, hipermercados, atacadistas, mercados e lojas de médio e grande porte deverão além de cumprir recomendações básicas quanto a álcool em gel e aferição de temperatura, devem ainda receber apenas 50% da lotação e podem apenas vender os produtos, sem oferecer espaço para que eles sejam consumidos ali mesmo.

A recomendação da prefeitura, segundo o artigo 3, é que a entrada e permanência de crianças não ocorra nesses locais. No caso dos esportes, estão autorizados atividades orientadas pela própria prefeitura, enquanto o esporte coletivo amador segue proibido. Os parques também deverão continuar fechados.

Por fim o decreto ainda proíbe a abertura de bibliotecas, museus, teatros, arenas, saunas, boliches, espaços kids, locais com mesa de sinuca e similares, além de realização de festas e comemorações diversas, inclusive em residências ou áreas comuns de condomínios, que deverão seguir fechados também.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário