ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Prefeito foi tirar satisfações após ser ameaçado por moradores, alega advogado

O prefeito Mário Kruger não tinha autorização para o porte da arma que usava

Por Adriano Fernandes | 19/09/2020 21:03
Pessoas segurando o prefeito durante a confusão. (Foto: Direto das Ruas) 
Pessoas segurando o prefeito durante a confusão. (Foto: Direto das Ruas)

Envolvido em uma confusão no final da tarde deste sábado (19), o prefeito de Rio Verde de MT, Mário Kruger, teria ido ao local para tirar satisfações com apoiadores de um rival político que, segundo a sua defesa, tem o ameaçado frequentemente.

Mário foi encaminhado para delegacia da Polícia Civil após chegar armado ao local da briga. Ele prestou depoimento e já foi liberado, informou o advogado do prefeito, Diogo Casagrande. O prefeito não tinha autorização para o porte da arma que usava, apenas o registro.

“Essa confusão surgiu há alguns dias, esses apoiadores vem fazendo ameaças veladas a ele” comentou Diogo, sem detalhar qual tipo de ameaça o prefeito tem recebido. Ele explica que a briga não teve relação com a instalação do outdoor em apoio ao presidente Jair Bolsonaro.  “Ele, inclusive, também é apoiador do presidente”, completa o advogado.

Diogo Casagrande também esclarece que o prefeito não estava bêbado. “Ele estava passando pelo local, viu as pessoas que estavam lá e desceu para tirar satisfação sobre os xingamentos e ameaças que vem recebido”, diz. Os moradores que teriam desavença com Kruger seriam apoiadores do ex-prefeito da cidade, José Dias de Oliveira.

Confusão – Mário Kruger chegou armado a local onde os moradores estavam instalando um outdoor em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, à margem da rodovia. Porém, os manifestantes conseguiram tomar o revólver que estava com prefeito.

Em vídeos compartilhados pelo WhatsApp, dezenas moradores aparecem bastante exaltados, atacando o prefeito e dizendo que ele estava bêbado. Muitos deles seguram garrafas e latas de cerveja. Em uma das filmagens a arma passa pela mão de pelo menos três homens, antes de um deles retirar as balas. Um deles chega a apontar a arma para o prefeito.

Mario é contido e colocado a força dentro de seu veículo e vai embora no local. Após o ocorrido a polícia foi acionada e encaminhou o prefeito para a delegacia, junto aos outros envolvidos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário