A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/12/2015 19:28

Prefeitos se reúnem com Defesa Civil e esperam decreto de emergência amanhã

Caroline Maldonado
Prefeitos e coordenadores da Defesa Civil se reuniram hoje na sede da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) (Foto: Divulgação)Prefeitos e coordenadores da Defesa Civil se reuniram hoje na sede da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) (Foto: Divulgação)

Representantes da Coordenadoria da Defesa Civil e prefeitos de municípios da região do Conesul se reuniram hoje (2), na sede da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para discutir ações emergenciais para as cidades afetadas pelas chuvas dos últimos dias.

Além de 40 pontes municipais destruídas e outras 21 danificadas, as estradas também têm estragos e os prefeitos esperam que o Governo do Estado decrete situação de emergência para conseguir recursos.

O prefeito de Amambaí e representante do Consórcio do Cone Sul, Sérgio Barbosa, disse que o encontro foi uma oportunidade para definir quais serão as prioridades. “Sabemos que o decreto de emergência abre uma oportunidade para buscar recursos, mas essa oportunidade geralmente se concretiza em quatro ou cinco meses e nós precisamos resolver o dia de hoje”, comentou.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, durante o encontro dez prefeitos fizeram reivindicações que serão analisadas emergencialmente pelo Governo do Estado. “Apesar de já estarmos mantendo e atuando com os contratos de manutenção vigentes e atendendo as emergências com a nossa equipe técnica da Agesul, a reunião serviu para termos noção de problemas mais específicos dos municípios, que não são somente as estradas estaduais, mas também questões internas na área urbana e estradas vicinais”, explicou.

O decreto de emergência deve sair amanhã, de acordo com o coronel da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, Adriano Rampazzo. “Temos que fazer isso o mais rápido possível porque a chuva deve continuar e mudar ainda mais o cenário dos municípios. O Estado vai ter que entrar com recursos e também pleitear junto ao Governo Federal um dinheiro específico para a recuperação das pontes”, disse.

Participaram do encontro, representantes de Tacuru, Coronel Sapucaia, Paranhos, Juti, Iguatemi, Aral Moreira, Sete Quedas, Eldorado, Juti, Mundo Novo, os deputados estaduais Felipe Orro e Renato Câmara e o coronel da Defesa Civil de MS, Isaías Bittencourt.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions