A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/11/2015 10:29

Oito cidades de MS já decretaram emergência por conta das chuvas

Mariana Rodrigues
Em Deodápolis, na MS 276, a água da chuva levou as margens da rodovia. (Foto: Wilson Amaral/MS Cidades)Em Deodápolis, na MS 276, a água da chuva levou as margens da rodovia. (Foto: Wilson Amaral/MS Cidades)
A chuva causou alagamentos e transtornos na região central da cidade de Deodápolis. (Foto: Direto das Ruas)A chuva causou alagamentos e transtornos na região central da cidade de Deodápolis. (Foto: Direto das Ruas)

Subiu para oito os municípios de Mato Grosso do Sul que decretaram situação de emergência, após serem afetados pelas chuvas, conforme boletim da CEDEC (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil) divulgado nesta segunda-feira (30). Tacuru, Naviraí, Coronel Sapucaia, Amambai, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, e Iguatemi já contabilizaram os estragos deixados pelas chuvas que têm atingido os municípios.

Porém, esse número pode ser ainda maior, já que outros quatro municípios ainda estão fazendo os levantamentos e ainda hoje podem decretar situação de emergência. São eles: -Novo Horizonte do Sul, Aral Moreira, Juti e Itaquiraí.

Segundo informações da defesa civil, 15 cidades foram afetadas pelas chuvas até o momento, entre elas estão: Iguatemi, Caarapó, Juti, Naviraí, Amambai, Coronel Sapucaia, Paranhos, Japorã, Eldorado, Mundo Novo, Itaquiraí, Sete Quedas, Tacuru, Novo Horizonte do Sul, Aral Moreira.

Ainda conforme o levantamento da defesa civil, 22 pontes foram danificadas, sendo 21 municipais e uma estadual. Outras 36 pontes foram destruídas, sendo duas pontes estaduais em Amambai e uma em Paranhos.

As cidades de Naviraí e Iguatemi também contabilizaram danos tantos nas rodovias estaduais quanto municipais.

No sábado (28), chuva de 84 milímetros atingiu a cidade de Sete Quedas, os ventos na região alcançaram 49 quilômetros por hora, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Em Amambai, o registro foi de 69 milímetros com ventos de 52 quilômetros por hora.

Em Deodápolis a água avançou sobre a calçada. A chuva causou alagamentos e transtornos na região central da cidade. Em Juti, o acumulado de chuva foi de 44,6 milímetros, com velocidade de ventos de até 38,8 quilômetros por hora.

As chuvas fortes voltaram a castigar os municípios da região sul do Estado neste final de semana, incluindo os que já decretaram situação de emergência por causa do temporal registrado nos últimos dias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions