A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

31/03/2017 22:22

Prefeitura busca recursos para terminar obras de pavimentação asfáltica

Nyelder Rodrigues
Prefeito conversou com executivo da empresa para tentar achar solução para o problema (Foto: Divulgação)Prefeito conversou com executivo da empresa para tentar achar solução para o problema (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - procura uma forma de resolver o problema de obras inacabadas na cidade, que somam R$ 11,3 milhões em pavimentação asfáltica em três bairros e no distrito de Prudêncio Thomaz. As obras são de responsabilidade da Pactual.

Em conversa entre o prefeito Donato Lopes (PSDB) com os executivos da empresa, o diretor comercial da Pactual, Renato Marcílio, informou que no final da gestão anterior foi pedido um reajuste de valores das obras, para que a empresa pudesse dar continuidade nos trabalhos.

Segundo informado pela assessoria, o executivo relatou que ficou acertado o valor de R$ 641.844,15, que seriam repassados para a continuação das obras, mas o valor não foi repassado para Pactual. Segundo a prefeitura, a nota no valor de R$ 641.844,15 foi empenhada e anulada no mesmo dia.

As obras no bairro Manoel das Neves já estão 83,30% executadas. O objetivo era a realização da drenagem profunda e pavimentação asfáltica em diversas ruas do bairro. A obra esta paralisada desde outubro de 2016, orçada em R$ 588.160,40.

Já no bairro Pró-Moradia 11, apenas 1% da obra de pavimentação asfáltica e sinalização viária em diversas ruas foi executada. O trabalho está paralisado, aguardando licitação para contratação de empresa ambiental para procedimentos de licença ambiental exigidos pela Caixa. Valor da obra é de R$ 383.372,10.

O maior valor se refere às obras da segunda etapa da pavimentação de vias urbanas Pró-Moradia 14. Lá, o trabalho foi orçado em R$ 9,4 milhões e está paralisada desde Outubro do ano passado, com 60,74% da obra executada.

Em Prudêncio Thomaz, 19,88% da obra de pavimentação asfáltica, drenagem de água pluvial e sinalização viária foram executadas, segundo a prefeitura.

No começo de março a empresa responsável retomou o serviço de drenagem e água pluvial, avaliado em R$ R$ 949.045,30. Donato segue estudando soluções para o problema.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions