ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Prefeitura cria central para fiscalizar medidas sanitárias contra covid-19

Grupo vai coibir abusos de estabelecimentos comerciais, indústrias e prestadores de serviços

Por Helio de Freitas, de Dourados | 14/07/2020 15:29
Conveniência do centro de Dourados entrega produtos pelo sistema drive-thru (Foto: Eliel Oliveira)
Conveniência do centro de Dourados entrega produtos pelo sistema drive-thru (Foto: Eliel Oliveira)

Foi criada nesta terça-feira (14) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, a Central de Fiscalização Covid-19, responsável em intensificar as ações para cumprir medidas sanitárias determinadas ao comércio, indústria e prestadores de serviço devido à pandemia do novo coronavírus.

Criada através de decreto da prefeita Délia Razuk (PTB), a central é formada por representantes de dez órgãos municipais, entre os quais a Guarda Municipal, Procuradoria-Geral do Município e Secretaria de Saúde.

De acordo com a prefeitura, a central tem como missão coibir atividades e condutas incompatíveis com ações de combate à pandemia.

Desde o início do mês, o comércio de rua funciona de meio-dia às 18h15, o shopping não está abrindo aos domingos, cerimônias religiosas estão suspensas e na sexta-feira (10) entrou em vigor o decreto que fechou academias até o dia 20. Bares e conveniências só podem funcionar para delivery e entrega através de drive-thru.

Além de fiscalizar as atividades e condutas incompatíveis com as ações de combate à pandemia e eventos ou reuniões em espaços públicos, a central terá incumbência de coibir aglomerações em locais privados, instaurar procedimentos administrativos necessários para punir os infratores e interditar estabelecimentos.

Nesta terça-feira, Dourados chegou a 3.481 casos positivos do novo coronavírus. Não foram confirmadas mortes nas últimas 24 horas, mas a cidade lidera no Estado com 46 óbitos. Conforme o comitê local, 2.188 infectados já estão recuperados e 1.227 em isolamento domiciliar. Vinte douradenses com covid-19 estão internados.