A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

18/04/2019 12:10

Procurado por homicídio em MS morre em confronto com a polícia no Paraná

João Vitor Gomes, 22 anos, era procurado por matar um homem no dia 23 de dezembro do ano passado

Viviane Oliveira
João Vitor foi morto em confronto com a Polícia Militar de Querência do Norte (Foto: divulgação/Tá Na Mídia Naviraí) João Vitor foi morto em confronto com a Polícia Militar de Querência do Norte (Foto: divulgação/Tá Na Mídia Naviraí)

Procurado por homicídio em Itaquiraí, distante 410 quilômetros de Campo Grande, João Vitor Gomes, 22 anos, conhecido como Catarino, foi morto em confronto com a Polícia Militar em Querência do Norte, Paraná, na tarde de ontem (17).

Conforme o site Tá Na Mídia Naviraí, após receber informação de que dois homens com mandados de prisão em aberto estavam escondidos numa residência, a polícia paranaense foi até a casa. Ao chegar ao local, a equipe avistou os suspeitos. Um deles foi preso com porção de maconha. O outro, João Vitor, tentou fugir e atirou contra os militares, que revidaram.

João Vitor foi baleado e não resistiu. Com o rapaz foi encontrada uma pistola com 15 munições intactas. Ele era apontado com autor do assassinato de Francisco Antônio de Lima, 55 anos, no dia 23 de dezembro do ano passado, dentro de uma casa de show.

Caso - Francisco e Marcos Vinícius Müller, 30 anos, foram mortos a tiros e três pessoas ficaram feridas durante um tiroteio. O caso aconteceu no Brutus Bar, na Avenida Industrial. Conforme a Polícia Civil, Marcos morador em Querência do Norte (PR) e Francisco em Itaquiraí, consumiam bebida alcoólica no estabelecimento com outras pessoas, quando Francisco chamou Marcos para conversar fora do bar.

Na sequência, Francisco sacou uma pistola e atirou nas costas de Marcos, que caiu ao chão. Francisco, então, foi conferir se a vítima havia morrido, e foi surpreendido por João Vitor que passou a atirar. Os dois trocaram tiros. Francisco foi atingido e também morreu no local.
No total, segundo a polícia, foram disparados ao menos 30 tiros. Dois homens de 26 e 51 anos foram baleados e socorridos ao hospital da cidade. A esposa de Francisco também foi atingida de raspão na perna. Após o crime, João Vitor fugiu. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions