ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  15    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Quadrilha amarra vigia e explode caixa eletrônico em Terenos

Por Nadyenka Castro | 10/02/2012 11:15

Bandidos estavam fortemente armados e com muitos explosivos. Eles roubaram celular do trabalhador

Caixa eletrônico na Vila Nova Bandeirantes foi alvo de bandidos no dia dia 30 de janeiro. (Foto: Fernando da Mata)
Caixa eletrônico na Vila Nova Bandeirantes foi alvo de bandidos no dia dia 30 de janeiro. (Foto: Fernando da Mata)

Quadrilha rendeu o vigia do prédio da prefeitura da Terenos, a 25 quilômetros de Campo Grande, e explodiu o caixa eletrônico do banco Bradesco que fica no local.

Segundo registro policial, por volta das 4 horas desta sexta-feira, quatro bandidos com armas de fogo renderam o trabalhador, de 59 anos, e o amarraram.

Em seguida, os bandidos foram ao ambiente onde fica o caixa eletrônico e o danificaram com uso de explosivos.

Conforme relato do vigia à Polícia, a quadrilha estava fortemente armada e tinha muitos explosivos. Apesar disso, o recipiente onde fica o dinheiro não foi danificado.

Os bandidos fugiram sem levar dinheiro, mas, roubaram o celular do vigia. A PRF (Polícia Rodoviária Federal), Garras e Polícia Militar foram acionados, mas, nenhum suspeito foi preso.

Dia anterior - Por volta das 4 horas de quinta-feira, outro vigia da prefeitura foi rendido. O trabalhador, de 56 anos, estava no estacionamento do imóvel público quando recebeu uma ‘gravata’ de um bandido.

O vigia reagiu e entrou em luta com o bandido, que teve ajuda de um comparsa com arma de fogo. Os dois então agrediram o trabalhador, que fi ajudado por outras pessoas. Os bandidos então fugiram sem levar nada.

Explosivos- Na madrugada do dia 30 de janeiro, foi explodido um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil, na Vila Nova Bandeirantes, em Campo Grande.

O penúltimo alvo de bandidos foi um caixa eletrônico em Naviraí, no último dia 7.

Nesta semana, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu um carretel explosivo, que era transportado em um carro, na BR-463, em Ponta Porã.

O condutor do veículo disse aos policiais que adquiriu o material no Paraguai e levaria para Dourados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário